Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

 Você sabe o que é “linguagem neutra”?

Já leu ou “ouviu” alguma dessas expressões: “Elxs, el@s, elus, meninxs, menin@s, menines"?

A linguagem neutra é uma tentativa de mudar a língua portuguesa. Uma iniciativa impulsionada por movimentos sociais, onde os discursos são modificados para não usarem o plural masculino (“eles”, “todos”, “meninos”), mas uma marcação de gênero neutro, que substitui a terminação “o” por “x” ou “@” ou "e" ou "u".
O professor de língua portuguesa Pablo Jamilk explica que a questão é resultado de um “problema de definição”. Para ele, existe uma confusão entre o gênero neutro gramatical e o gênero biopsicossocial.
O linguista ressalta: “A língua não é machista, sexista ou homofóbica. É simplesmente um instrumento. Porém, o uso pode ser transfóbico, homofóbico ou sexista”.
O direito à uma educação de qualidade é um dever do Estado, previsto na Constituição Federal e inserido em todo o ordenamento jurídico pátrio. Logo, o Projeto de Lei Municipal proposto nesta data, por mim, inspirado em projetos similares nas esferas estadual e federal, vem, justamente, como uma medida para proteger os estudantes a prezar pelo uso da norma culta da língua portuguesa nas escolas, como forma de defesa não somente da educação correta e regular de nossa Língua, como, também, da cultura brasileira e dos valores desta Nação e de nossas famílias, detentoras do direito inalienável de uso do Português na forma e no conteúdo corretos, sem perversões e alterações ardilosas e progressistas de suas bases.
Força e Honra!
Vereador Márcio Gonçalves
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.