Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

O trabalho conjunto envolve transporte escolar e infraestrutura das escolas para levar apostilas e kits alimentação até os estudantes

Adilson Rosa Seduc MT

Parceria entre rede de ensino municipal de Guarantã do Norte/MT e o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Educação, tem proporcionado mais qualidade de ensino aos estudantes daquela região em tempos de pandemia.

O trabalho conjunto envolve transporte escolar e infraestrutura das escolas para levar apostilas e kits alimentação até os estudantes – tanto da rede estadual quanto municipal -, que não conseguem se deslocar até as escolas.

Ocorre, a exemplo, na Escola Estadual do Campo Irani Jaime Farina, que atende 400 estudantes da zona rural, sendo metade indígenas. São jovens de duas aldeias da região, Kreen-Akaroré (panará) e Mengkranoti (kayapó), alguns distantes 100 km da sede. Hoje são 14 ônibus climatizados atendendo tal demanda.

Além de funcionar na sede, a escola possui salas anexas para o Ensino Médio em escolas do município. A rede está bem estruturada e atende do Ensino Infantil e Ensino Fundamental, do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. O Ensino Médio é responsabilidade do Estado.

“Entre vários pontos dessa parceria, a logística é atendida pela prefeitura que colabora em tudo o que for preciso em termos de transportes até as aldeias. É o suporte que precisamos”, ressalta a assessora pedagógica Renata Síria Bortolani Martins.

Formação

Já o Estado expande os cursos de formação da rede estadual aos professores da rede municipal. Todo esse trabalho resulta no estudante preparado para cursar o Ensino Médio.

No entendimento da secretária Municipal de Educação de Guarantã, Diane Tonon Caovila, essa parceria é positiva porque atende aos alunos do município de forma integrada e da melhor forma possível. “É um trabalho que traz resultados”, salienta.

Secretário de Estado de Educação, Alan Porto reforça a importância de Estado e municípios trabalharem juntos. Enfatiza que as Diretorias Regionais de Educação, que serão criadas, terão como uma das funções implantar, implementar e fortalecer esse de regime de colaboração.

Lembra que o Estado iniciou a reestruturação do ensino público, repassando, gradativamente aos municípios, a educação básica, o que é previsto em lei. Mas enfatiza que esse trabalho tem como base a cooperação. Os professores continuarão a ser capacitados pelo Estado, que também ajudarão na infraestrutura das escolas.

“Nosso objetivo é melhorar a aprendizagem de nossos alunos desde a Educação Básica, para que cheguem ao Ensino Fundamental preparados. Com isso, vamos melhorar a qualidade da nossa educação e nossos indicadores, como o Ideb”.

A parceria é elogiada pela superintendente de Políticas de Diversidades Educacionais da Seduc, Lúcia Aparecida Santos. “Uma escola com 50% de alunos indígenas é uma escola plural, uma autêntica diversidade. Além de aluno do campo, indígena, temos alunos com deficiência e a Educação de Jovens e Adultos. Tudo isso, graças a essa parceria entre município e Estado”, comemora.

Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.