Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT



O escoamento da produção agrícola de Mato Grosso encontra um novo problema no Vale do Araguaia: a BR-158, que liga Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) a Vila Rica (1.259 km a nordeste). Sem asfalto, o trecho vira um grande atoleiro no período de chuvas. Na quarta-feira (17), foi registrada uma fila com mais de 100 caminhões que tentavam passar pela lama.

 

Segundo matéria divulgada pelo Canal Rural, os pedidos de asfalto para a rodovia federal ocorrem há 5 décadas. Dos 800 quilômetros da BR-158, cerca de 120 ainda estão sem pavimentação.

 

Leia também - Após intervenções na drenagem, Secretaria de Obras monitora situação da Prainha

 

Um dos pontos polêmicos para a melhoria no trajeto e asfaltamento é o traçado que corta a terra indígena Marãiwatsédé, pois os moradores não aceitam as obras em seu território por causa dos impactos ambientais que serão gerados.

 

Enquanto os motoristas sofrem para atravessar o trecho, o Ministério da Infraestrutura afirma que o lote A da obra já foi licitado e está na fase da elaboração do projeto. Já o loteB ainda está na etapa de estudos, mas sem previsão de licitação. Os dois trechos dependem ainda de recursos do governo federal que ainda não foram liberados.

Da Redação

Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.