Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Insumos foram adquiridos pelo Governo de MT, que já está providenciando a distribuição para os municípios

Érika Oliveira Secom-MT

Os 141 municípios de Mato Grosso vão começar a receber nos próximos dias as seringas que serão utilizadas no plano de vacinação contra a Covid-19. O material já se encontra em estoque e, de acordo com o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, a aquisição suplementar dos insumos, caso necessária, já foi providenciada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT).

“O Estado já fez um plano operacional. Nós estamos prontos, aguardando apenas a definição do Ministério da Saúde, quanto ao dia em que a vacina irá chegar e da quantidade que será fornecida a Mato Grosso. Todo o planejamento de distribuição já foi realizado. Nós temos seringas, adquiridas pela Secretaria de Estado de Saúde, suficientes para fazer a vacinação de todo o Estado de Mato Grosso e já estamos encaminhando aos municípios”, disse o secretário.

De acordo com Gilberto Figueiredo, a vacinação seguirá o Plano Nacional de Imunização, definido pelo Ministério da Saúde. Porém, a logística, bem como a segurança necessária para a distribuição das vacinas e dos insumos para sua aplicação serão disponibilizadas pelo Governo do Estado, através de seus órgãos.

Conforme o titular da SES-MT, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal, e o Ministério da Defesa, farão a escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição no Estado.

Nos casos em que for necessário, o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) disponibilizará sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

“Fiquem tranquilos, porque nós temos um estoque suficiente para vacinar toda a população. E já fizemos novas aquisições. Então, não vai ser por falta de seringa que nós não vamos fazer a vacinação no Estado. Tão logo as vacinas sejam encaminhadas pelo Ministério da Saúde, todos os 141 municípios receberão as vacinas e também as seringas para promover a vacinação”, pontuou Gilberto.


Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.