Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

O deputado federal Nelson Barbudo confirmou, que está de saída do PSL e que deve retornar ao DEM, partido pelo qual militou por quase 30 anos. O convite para retornar foi feito pelo senador Jayme Campos (DEM) e o deputado negocia uma saída amigável do partido que elegeu o presidente Jair Bolsonaro, mas que já não o abriga e que faz, inclusive, oposição ao mandatário nacional.

É justamente a falta de alinhamento do PSL com Bolsonaro que motiva Barbudo a deixar a sigla. Segundo ele, o pedido “está bem encaminhado” e ele espera receber a carta de liberação em breve. “Eu tenho dificuldade para apoiar o presidente Bolsonaro. Por ser da ala bolsonarista, eu não tenho mais guarida no PSL. O presidente [Luciano] Bivar só apoia quem está com ele. Mas eu não tenho problemas com ninguém no partido e não guardo mágoa, simplesmente sou bolsonarista e esta briga [PSL x Bolsonaro] não me cabe. Não sou homem de ficar nesta baderna, quero um partido tranquilo e estruturado”, declarou.

Apesar de poder passar a integrar o mesmo partido do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que tem protagonizado confrontos com Bolsonaro, o deputado Barbudo disse que não terá problemas, pois, segundo ele, conta com apoio estadual de Jayme Campos e do governador Mauro Mendes (DEM).

“O Rodrigo Maia, para mim, é carta fora do baralho. Tenho relacionamento com o senador Jayme e com o governador. É uma condição minha: eu sou Bolsonaro e eles tê que aceitar isso. Não voto contra o governo e o DEM é da base do governo. Se fosse oposição, eu não iria para o partido”, completou.

Só Notícias/Marco Stamm (foto: Fablicio Rodrigues/assessoria/arquivo
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.