Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT


Uma adolescente, de 14 anos, foi torturada e agredida por um grupo de meninas no bairro Cidade Nova, em Guarantã do Norte/MT, no início da tarde de terça-feira (05/01).  As suspeitas tem entre 13 e 19 anos e bateram na vítima e fizeram pressão psicológica na menina, por suspeitar que tenha denunciado um rapaz por práticas criminosas. A Polícia Militar foi acionada, fez rondas e conseguiu apreender 3 garotas e prender uma outra que é maior de idade.

Conforme informações apuradas,  o crime, que foi registrado como tortura com utilização de arma cortante, ocorreu por volta das 13h40. A PM foi acionada via telefone de emergência e o comunicante relatou que uma menina estava ferida, devido à sessão de agressão e tortura.

No local, ela contou que estava presa em uma casa, onde foi agredida pelo grupo de "justiceiras", como "forma de castigo". Segundo as agressoras, a vítima foi responsável por denunciar um crime que resultou na prisão de um amigo delas. O crime aconteceu dentro da casa da menor de 15 anos.

A agressora de 19 anos foi apontada como a autora das ações físicas, utilizando ainda uma faca para torturar a vítima, que foi ameaçada de morte e agredida com a lâmina da faca. Já outra menor chegou a gravar o fato.

PM saiu em rondas pela cidade e encontrou duas das agressoras na rua. Já as outras foram localizadas em uma casa no bairro Santa Marta. Diante dos fatos, elas foram encaminhadas para a delegacia.

O Conselho tutelar foi acionado para acompanhar o caso, que está sendo investigado pela Polícia Civil. Celulares foram apreendidos e vão passar por perícia. Polícia quer encontrar o vídeo gravado por uma das agressoras.

Por Bárbara Sá

Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.