Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

A  secretária de Educação de Cuiabá, Edilene de Souza Machado, afirmou na tarde desta segunda (18) durante o lançamento da campanha ‘Vacina Cuiabá’ que o município está preparado para o que der e vier referindo sobre o retorno das aulas na baixada cuiabana. Machado afirmou ainda que a decisão da retomada das atividades na Capital está nas mãos do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) junto ao Comitê de Enfrentamento da Covid-19 que avaliará a melhor forma para que os alunos continuem estudando. As aulas estão previstas para retornar no próximo dia 8 de fevereiro ainda à distância.

“O retorno das aulas depende muito da saúde, pois quem vai falar o dia e quando a atividade presencial vai retomar, é a saúde. Então o prefeito tem o comitê que é do combate à Covid-19, eles vão passar os índices e é o prefeito quem vai decidir a retomada, porém, nós já estamos programados, mesmo que remotamente, dia 8 de fevereiro para o início das atividades.

A secretaria destacou que a decisão para o retorno de forma remota, híbrido ou 100% presencial não depende da Educação, mas sim do comitê que avalia os índices, quando repassa as informações ao prefeito da Capital. Edilene lembrou ainda que o município está preparado para qualquer decisão futura. Segundo ela, a secretaria já tem todos os produtos de biosseguranças comprados desde o ano passado, quando os mesmos serão de grande valia no ano letivo de 2021.

“O prefeito quem vai fazer o pronunciamento de quando a gente retoma. Remoto, híbrido e 100% presencial, porém existe a pandemia e existe o comitê da saúde que avalia esses índices. Então a gente tem que aguardar, porque é o prefeito quem discute com esse comitê e ele que vai deliberar os inícios das atividades. Nós já adquirimos desde o ano passado todos os produtos de biossegurança, tapetes capachos sanitizante, dispenser de álcool, máscaras, fizemos formação continuada com todos os nossos profissionais, então estamos preparados para o que der e vier”, afirmou Machado.

Segundo Edilene, a semana pedagógica se inicia na próxima segunda (25) que segue até o dia 29. Depois os professores terão a semana pedagógica com atividades programadas pela unidade escolar, quando estão preparados para inaugurar uma grande surpresa na aula inaugural virtual, mas tudo dentro do padrão, conforme explicou a secretaria.

“Todos nós estamos preparados, tanto as escolas públicas como as privadas. Porém, a gente tem o comitê que valida quando a educação retorna. A educação é responsável pela parte de aprendizagem, já a de segurança de saúde, é com o comitê de enfrentamento”, disse.

Merendas

Conforme a secretaria, mesmo que aulas permanecem de forma remoto, os alunos beneficiários do programa Bolsa Família não serão prejudicados quanto as merendas das escolas. “Todos os meses que tiver as aulas, mesmo que remotas, as crianças e beneficiários do programa bolsa família, continuarão recebendo as merendas, exceto em dezembro que nós entregamos para 100% dos alunos”, concluiu.

Por Douglas Santos e Jacques Gosh

Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.