Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Em 2020, acidentes de trânsito fizeram 230 vítimas fatais e deixaram 2.291 pessoas feridas em 2.149 ocorrências registradas nas 5 rodovias federais que cortam Mato Grosso. Números da Polícia Rodoviária Federal (PRF) são relativos ao período de 1º de janeiro a 30 de dezembro. Nem sempre o cuidado e a precaução em prevenir e evitar o contágio com o coronavírus foram

aplicados pelos condutores em relação à segurança no trânsito.


Leia também -Motorista é 'fechado', perde o controle e bate contra poste na Mario Andreazza

 

Enquanto a máscara e o álcool em gel passaram a fazer parte da rotina do brasileiro, nas rodovias federais a mistura fatal de álcool e direção e o descumprimento das leis de trânsito impactaram na perda de centenas de vidas e num universo ainda maior de lesionados graves, assegura a inspetora Iara Alves dos Santos, superintendente -adjunta da PRF em Mato Grosso.


Com a imposição do período de isolamento social por meio de decretos, a redução do fluxo de veículos na rodovia foi uma realidade. Mas, apesar disso, a letalidade dos acidentes provocados, grande parte por embriaguez ao volante, e as prisões em flagrante por este crime surpreenderam, afirma a superintendente.


A policial acredita que os condutores, ao se depararem com um fluxo menor de veículos na via, abusaram ainda mais do excesso de velocidade e de ultrapassagens indevidas, que são as principais causas de acidentes.


Das 230 vítimas fatais, 75 morreram em acidentes provocados por colisões frontais (32%). Saídas de pista deixaram 37 mortos (16%) e as colisões traseiras, 25 (10%). É importante lembrar que o número de mortos pode ser ainda maior, pois os dados da PRF são referentes ao atendimento no local do acidente. Na conta, não entram as vítimas que, em muitos casos, morrem logo após serem removidas e durante atendimento médico.

 

Por Silvana Ribas
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.