Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT



Após o Supremo Tribunal Federal (STF) frustrar os planos de reeleição dos presidentes da Câmara Rodrigo Maira (DEM) e do Senado Davi Alcolumbre (DEM), o senador Jayme Campos (DEM) é cotado para entrar na disputa. Ao , Jayme confirmou que foi procurado para tratar do assunto e que vai a Brasília se reunir com o grupo. “Ainda são conjecturas, mas colocaram meu nome à disposição e vamos ter algumas conversas”, disse. Na próxima semana, vão acontecer reuniões onde o partido deve tratar do assunto.

Experiente, Jayme tem influência no Senado onde preside a Comissão de Ética e tem boa articulação com os colegas. O caminho para chegar a um nome que represente o grupo ainda está no começo e o MDB também deve entrar na briga.

Até semana passada, o que se via era a tentativa de reeleição de Maia e Alcolumbre. Agora, com o entendimento no STF, se viram impossibilitados de disputar abrindo o campo para dirigentes partidários definirem outros nomes.

Além de Jayme, o DEM avalia Rodrigo Pacheco (DEM-RO). Já o MDB possui ao menos três possibilidades, todas próximas politicamente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o líder da bancada, Eduardo Braga (MDB-AM), o líder do governo no Congresso Eduardo Gomes (MDB-TO) e o líder do governo no Senado Fernando Bezerra (MDB-PE).

Por Andhressa Barboza


Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.