Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Com uma alegria que não se via há alguns meses, o presidente Jair Bolsonaro prometeu a apoiadores na frente do Palácio da Alvorada nesta segunda-feira (7) lutar pelo retorno do voto impresso.

 

"Quem discute somos nós e o Parlamento, e acima de nós está o povo brasileiro", afirmou.

 

Leia também - Governo descarta prorrogar auxílio emergencial e ampliará Bolsa Família

 

Ele tem dito que a impressão do voto é uma solicitação do povo brasileiro e visa garantir idoneidade ao processo eleitoral.

 

Bolsonaro falou pouco no encontro desta segunda. Tirou muitas selfies, ouviu uma oração e um grupo de mulheres cantar para ele e fez inúmeras brincadeiras. Disse que não abraçaria um homem porque abraçar homem logo de manhã era estranho. E quando uma de suas fãs contou que a mãe havia pedido para ela dar um beijo na boca do presidente, ele devolveu: "Beijo na boca só se for de língua", e gargalhou.

 

Uma conversa de duas mulheres na frente de Bolsonaro mostrou que ele tem razão ao declarar que seus apoiadores defendem o voto impresso.

 

"Tudo o que está acontecendo agora é para tirar o presidente da próxima eleição", disse, de forma vaga uma delas.

"Sem o voto impresso a gente não consegue mesmo fazer nada, o povo precisa sair na rua e pressionar os parlamentares", comentou outra.

 

Bolsonaro só ouviu sem dizer nada.

Por R7 Notícias

Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.