Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

 Deputados estaduais finalizaram as visitas nos municípios mato-grossenses de Vila Rica e Confresa 

                                                  Deputados visitam Cadeia Pública de Vila Rica 

Para finalizar as visitas aos polos regionais da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) do interior de Mato Grosso, os deputados estaduais e membros da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Delegado Claudinei (PSL) e Elizeu Nascimento (DC), na última segunda-feira (7), estiveram nos municípios mato-grossenses de Vila Rica e Confresa para levantarem as principais demandas das forças de segurança pública. 

A Comissão deu início às visitas, em junho deste ano, sendo que foram atendidos os polos de Barra do Garças, Primavera do Leste, Rondonópolis, Nova Mutum, Cáceres, Água Boa, Juína, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra, Alta Floresta, Guarantã do Norte e Sinop. Essa metodologia de identificar - de forma presencial - as necessidades das instituições é uma novidade na história do parlamento, em que foram atendidos todos os municípios do interior que fazem parte da Risp.


Instituições 

Inicialmente, os parlamentares foram recepcionados pelo subcomandante e tenente-coronel do 10° Comando Regional da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT), Escolástico Fabiano, em Vila Rica, que solicitou apoio para melhorias na estrutura física da unidade, aquisição de pistolas Glock, investimentos em tecnologias para favorecer a atuação dos policiais, reforço no efetivo que conta com 160 militares para atender 11 municípios e dois distritos. Para ele, o aumento de cerca de 45 profissionais seria a quantidade ideal para melhorias no quadro de pessoal. 

Logo, os deputados se reuniram com o delegado de polícia titular da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC) do município, José Ramon, que apresentou a Delegacia Municipal que conta com espaço bastante amplo para atuação dos profissionais e atendimento à população. Já no período da tarde, eles cumpriram agenda com o delegado regional, Marcos Leão, em Confresa, que apontou a necessidade da formalização de terreno doado pela prefeitura municipal ao governo do estado, para que assim, inicialmente fosse construído o prédio da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos (Derf) com emenda de R$ 500 mil concedida pelo deputado federal Neri Geller (PP). 

Cadeia Pública - Os membros da Comissão receberam importantes informações do diretor e policial penal, Rivelino Pereira de Jesus, da Cadeia Pública de Vila Rica que possui 14 servidores para atender cerca de 69 detentos, cuja capacidade é de 120. “Notamos a necessidade de uma camionete para favorecer o deslocamento devido às condições precárias da estrada, principalmente quando é preciso seguir para Cuiabá. Também, conhecemos os projetos de horta, serralheria e pedreiro que garantem a remição de pena dos detentos”, comenta Claudinei.

Regional de Barra do Garças - Em Confresa, as unidades do Núcleo que pertence ao 6° Comando do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) e a Gerência da Coordenadoria da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), ambos da regional de Barra do Garças, apontaram a necessidade de reforço no efetivo.

De acordo com o 2° tenente do Núcleo, Lucion Denis de Almeida, atualmente há 12 militares para atender seis municípios - Confresa, Canabrava do Norte, Porto Alegre do Norte, São José do Xingu, Santa Terezinha, Santa Cruz do Xingu e Vila Rica. “Eventualmente, ocorrem afastamentos pela licença prêmio, férias, ou então, por atestado médico para tratamento de saúde”, explica o militar.

A Politec de Confresa possui nove servidores que são distribuídos em três médicos legistas, dois técnicos de necropsia, três peritos criminais e um papiloscopista cedido pela prefeitura municipal. “O caso da Politec deste polo regional, não foi diferente dos demais visitados pela Comissão de Segurança. Todos necessitam com urgência da ampliação de efetivo. Mas, o que nos impressionou em Confresa foi que a instituição não contou por 15 dias, na escala de plantões, com os serviços de peritos oficiais criminais em razão do baixo efetivo de servidores”, preocupa Claudinei.

A Comissão também identificou a necessidade da aquisição de um Rabecão que é um veículo para o transporte de cadáveres, sendo que familiares de pessoas falecidas contratam funerárias da região para o devido transporte. Outro meio de condução solicitado, foi um carro para facilitar o deslocamento dos servidores para o atendimento das demandas, pois possuem apenas um veículo e, em muitos momentos, ocorrem conflitos de agenda entre os profissionais.

Relatório – Com a conclusão dos levantamentos dos 13 polos regionais do interior de Mato Grosso, os integrantes da Comissão de Segurança Pública realizarão uma agenda com o secretário de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp), Alexandre Bustamante, para formalizar a entrega do relatório com as principais demandas das forças de segurança e, assim, buscar encontrar soluções aos problemas identificados.

Por Samantha dos Anjos – Assessoria de Imprensa


O Núcleo do CBMMT conta com 12 servidores para atender seis municípios da região

                     Os parlamentares levantaram importantes informações do 10° CR da PM

Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.