Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

 


A técnica cessa a produção de leite da vaca fazendo com que emprenhem sem dificuldades.

A vaca tem diferentes necessidades de energia, que incluem manutenção de suas funções fisiológicas, lactação, crescimento e reprodução. Dentre todas as necessidades, a da produção de leite é uma das que mais exigem energia, o que tem reflexos diretos na performance reprodutiva. João Benatti, gerente de produto para Ruminantes da Trouw Nutrition, destaca práticas para aumentar os índices de prenhez do rebanho e diminuição do intervalo entre partos.

"A retirada do bezerro deve acontecer em até 90 dias, assim a energia que a fêmea destinaria à produção de leite será redirecionada para a reprodução, proporcionando melhores taxas de prenhez e recuperação da perda de massa corporal no pós-parto. Essa técnica que possibilita que as vacas cessem a produção de leite é chamada de Desmama Precoce. A energia gasta na lactação é usada para performance reprodutiva", detalha o especialista.

A desmama precoce proporciona diminuição do intervalo entre partos, além de melhorar o ganho de peso dos bezerros. João Benatti alerta, porém, que "desmamar um bezerro precocemente de forma abrupta, sem que ele tenha se adaptado ao consumo de ração, pode ser prejudicial ao seu desenvolvimento".

Para o desmame, o bezerro deve estar ingerindo cerca de 800 g/dia de ração. Assim, ele já estará adaptado ao manejo e consumindo todos os nutrientes essenciais para o normal crescimento, sem estresse e redução de desempenho. "Em função da estratégia adotada antes e depois da separação da vaca, o desempenho dos bezerros será superior aos animais da mesma idade desmamados da forma tradicional", explica o gerente de produto para Ruminantes da Trouw Nutrition.

A linha de produtos Bellman para bovinos de corte, da Trouw Nutrition, oferece soluções com alta concentração de nutrientes, extremamente palatáveis e que auxiliam na imunidade dos animais. Assim, os bezerros podem, mesmo sem o leite da vaca, continuar crescendo sem acarretar prejuízos para o produtor. Para o sucesso da prática, a desmama precoce deve acontecer com a vaca ainda em estação de monta para que ela tenha possibilidade de emprenhar nessa mesma estação.

"As vantagens para os produtores não param por aí. Além da melhoria dos índices reprodutivos da propriedade, a desmame precoce viabiliza o aumento da taxa de lotação do pasto devido à redução no consumo de forragem e à possibilidade de abater as vacas de descarte antes do período da seca. Temos um protocolo preparado para atender às necessidades da fazenda: desde aumentar o ganho de peso dos bezerros de corte até melhorar o desempenho de vacas com baixas taxas de fertilidade", complementa João Benatti.

Por Ana Lívia Lopes

Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.