Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

O técnico Tite completou sua 50ª partida no comando da Seleção na noite desta terça-feira, pelas Eliminatórias Sul-Americanas. Com três gols marcados por Neymar, dois em cobrança de pênalti, o Brasil ganhou do Peru por 4 a 2 no Estádio Nacional de Lima.

Com seis pontos ganhos em duas rodadas, mesma campanha da arquirrival Argentina, a Seleção Brasileira figura na liderança das Eliminatórias Sul-Americanas, já que leva vantagem no saldo de gols. O Peru, por sua vez, tem apenas um ponto e aparece no oitavo posto, à frente das zeradas Venezuela e Bolívia.

Após as duas primeiras rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas, as seleções passarão cerca de um mês sem se reunir. Em 12 de novembro, o Peru encara o Chile, como visitante. Já a Seleção Brasileira entra em campo para pegar a Venezuela no dia 14, no Estádio do Morumbi.

O Jogo – A seleção peruana inaugurou o marcador em Lima logo aos 5 minutos do primeiro tempo. Ao cortar passe de Aquino para Farfan, Marquinhos acabou ajeitando a bola para chute de primeira de Carillo no canto direito da meta defendida por Weverton.

Pouco depois, o Brasil perdeu grande chance com Firmino, mas conseguiu empatar aos 27 minutos da etapa inicial. Neymar teve a camisa puxada dentro da área por Yotun e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o próprio atacante do PSG converteu, igualando Ronaldo na lista de artilheiros da Seleção com 62 gols, nas contas da Fifa.

A Seleção Brasileira cresceu na partida e Neymar chegou a marcar novamente, mas a arbitragem marcou impedimento de Richarlison na origem do lance, confirmado pelo VAR. Na última chance do primeiro tempo, Renan Lodi cruzou da esquerda e Firmino cabeceou com perigo.

O Peru retomou a liderança no marcador aos 13 minutos da etapa complementar. Yotun cobrou lateral pela esquerda para dentro da grande área e Rodrigo Caio tirou de cabeça. No rebote, Tapia bateu de primeira, a bola desviou no zagueiro do Flamengo e matou o goleiro Weverton.

O time comandado por Tite chegou novamente ao empate aos 19 minutos do segundo tempo. Após cobrança de escanteio de Neymar pela esquerda, Firmino cabeceou e Richarlison ainda completou em cima da linha. O lance, demoradamente analisado pelo VAR, acabou validado.

Em jogada de contra-ataque, Everton Cebolinha cruzou da direita e o árbitro marcou pênalti de Zambrado sobre Neymar. Na cobrança, aos 37 minutos do segundo tempo, o camisa 10 virou. Aos 48, pouco depois da expulsão de Zambrano, Neymar aproveitou rebote de chute na trave de Everton Ribeiro e fechou o placar.

Gazeta Esportiva (foto: Lucas Figueiredo/assessoria)
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.