Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT


O Cuiabá reencontrou o caminho da vitória no Campeonato Brasileiro da Série B. A equipe mato-grossense, que não vencia há três rodadas, conseguiu ganhar de 2 a 1 do CSA, de Alagoas, em partida disputada no estádio Rei Pelé, em Maceió.

Com o resultado, o Dourado assume a vice-liderança da competição, com 18 pontos, 2 a menos que o líder Paraná. Já o CSA segue amargando a lanterna da competição. Até agora, a equipe alagoana, que segue com um jogo a menos, soma 4 pontos.

O Cuiabá volta a campo no próximo sábado (19), contra o 18º colocado, o Oeste, na Arena Pantanal. No mesmo dia, o CSA encara o Cruzeiro, no estádio Rei Pelé.

O jogo – O Cuiabá começou pressionando, mas foi a equipe do CSA que conseguiu a primeira chance clara de gol, aos 15 minutos. Rafinha cruzou na área e Alan Costa desviou. A bola sobrou para Rodrigo Pimpão, que finalizou para fora. Aos 20, nova oportunidade para os alagoanos, outra vez em jogada aérea. Diego Renan bateu escanteio, Alan Costa escorou e a bola ficou com Paulo Sério, que chutou forte para a boa defesa de João Carlos.

O Cuiabá tentou responder com Elvis, aos 25. O meia aproveitou bola cruzada por Hayner e chutou, mas o goleiro Mateus Mendes conseguiu defender. O CSA conseguiu chegar ao gol, 1 minuto depois. Yago chutou de fora, Everton Sena se atrapalhou e a bola ficou com Rodrigo Pimpão, que finalizou e abriu o placar. Antes do intervalo, porém, o Cuiabá conseguiu empatar. Maxwell, aos 41, recebeu lançamento e bateu forte. A bola ainda tocou a trave antes de entrar.

No segundo tempo, o CSA não conseguiu voltar com a mesma intensidade da etapa inicial e o Cuiabá passou a pressionar. Aos 21, Lucas Hernandes arriscou um chute de fora da área e obrigou Mateus Mendes a fazer boa defesa. A bola ainda sobrou para Jenison, que desperdiçou. Aos 22, o arqueiro alagoano foi novamente acionado, em chute de Felipe Ferreira. O Cuiabá seguiu pressionando. Aos 29, Elvis cruzou na área e Maxwell cabeceou. Mais uma vez, Mateus Mendes evitou o gol.

O Dourado continuou no campo de ataque e conseguiu a virada em pênalti, marcado aos 36. Maxwell tentou o chute e a bola bateu no braço de Alan Costa. Na cobrança, Elvis bateu rasteiro. A bola tocou na trave, acertou as costas do goleiro e morreu no fundo da rede.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: assessoria)
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.