Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

 A Polícia Civil confirmou, há pouco, que o Embraer EBM-810D, que caiu, ontem, por volta das 12h30, numa área onde recentemente foi colhido milho em uma fazenda, a cerca de 70 quilômetros de Nobres (123 km de Cuiabá) saiu de Santo Antônio do Leverger e seguia para Novo Mundo (291 quilômetros de Sinop).

O acidente vitimou o empresário do setor de comércio de máquinas e proprietário da aeronave, Clésio de Paula Filho, de 58 anos, o advogado da empresa, Lucas Arrais Correia, de 30 anos, e o piloto Romilton Lima da Silva, de 30 anos.

Os corpos dos três foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá para necropsia. Ainda de acordo com a Polícia Civil, Clésio de Paula era morador de Várzea Grande e também tinha familiares em Goiás. Romilton Lima era do Pará e Lucas Arrais morava em Cuiabá. No entanto, ainda não foram confirmados os locais dos sepultamentos.

Ontem, as equipes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Polícia Civil estiveram no local do acidente fazendo as análises necessárias. Os bombeiros de Nova Mutum fizeram a remoção da aeronave com ajuda de um caminhão munck da fazenda e os corpos foram retirados dos destroços.

Foi constatado, preliminarmente pelos policiais, que o avião estava carregado de peças de maquinários agrícolas. Com o impacto, a aeronave ficou com o trem de pouso para cima e não pegou fogo. Começa a ser apurado se o piloto tentou pouso de emergência.

Uma testemunha afirmou aos policiais que por volta das 11h40 viu a aeronave voando sobre a fazenda, fazendo um barulho estranho no motor. Após isso, ela começou perder altura, girou e caiu causando um estrondo muito grande.

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), o avião tinha capacidade para decolagem com peso máximo de 2.155 quilos, estava com Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido até janeiro de 2021 e não tinha permissão para operação de táxi aéreo.

As possíveis causas e responsabilidades pelo acidente também serão investigadas pelo Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA VI)

Só Notícias/Cleber Romero (fotos: divulgação)
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.