Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Apesar de a pandemia ter causado crise econômica em diversos setores por todo o país, o setor da construção civil manteve o índice positivo.
Karine Miranda Sinfra-MT

Obras do governo contribuem para saldo positivo de empregos na construção civil em MT - Foto por: Secom-MT
Obras do governo contribuem para saldo positivo de empregos na construção civil em MT
A | A
Apesar de a pandemia do novo coronavírus ter causado crise econômica em diversos setores por todo o país, o setor da construção civil manteve o índice positivo de empregos em Mato Grosso. As obras executadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), contribuíram para a estabilidade desse índice.
Os dados referentes à geração de empregos e renda fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, que fez um levantamento entre os meses de fevereiro, quando foi confirmado o primeiro caso de coronavírus no Brasil, até o mês de maio, das informações sobre os vínculos trabalhistas. Veja aqui.
No período, foram admitidos 10.349 novos empregados na área da construção civil e registrados 10.154 desligamentos, o que garantiu o saldo positivo em Mato Grosso. Entre as iniciativas do Governo do Estado que contribuíram para o índice estão a execução de 70 obras rodoviárias e a construção das 72 pontes de concreto em vários municípios de Mato Grosso.
Obras do governo contribuem para saldo positivo de empregos na construção civil em MT
De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, as obras de infraestrutura são essenciais e tiveram a continuidade assegurada neste período de pandemia, seguindo todas as medidas de prevenção, tomadas pelas construtoras responsáveis.
Isso permitiu que o setor fosse menos impactado com a crise, o que garantiu a manutenção da capacidade produtiva, profissionais trabalhando nos canteiros de obras e serviços a todo o vapor.
Somente em obras nas rodovias estaduais, são realizadas a pavimentação de 964,39 quilômetros, além de serviços de restauração, revitalização e manutenção de mais 968,13 quilômetros. Também são executadas obras em 87,56 quilômetros por meio das parcerias sociais junto às prefeituras e Organizações da Sociedade Civil (OSC).
Obras seguem a todo vapor em Mato Grosso
Já as pontes de concreto são construídas em várias regiões de Mato Grosso.   Além disso, estão em execução vários outros serviços, como a manutenção nas rodovias-não pavimentadas, a construção de pontes de madeira e inúmeras melhorias de infraestrutura no Estado.
E a construção civil promete ser o setor que vai alavancar e reaquecer a economia em todo o país.  Em Mato Grosso, a Sinfra já projeta a execução de novas obras ainda neste segundo semestre. Entre elas a construção da ponte de concreto na rodovia MT-326, sobre o Rio das Mortes, entre Cocalinho e Nova Nazaré. A ponte terá 483 metros de extensão e será a maior ponte dessa estrutura já construída.
Também já estão em processo de licitação a retomada das obras do Hospital Universitário Júlio Muller, em Cuiabá, e a ponte sobre o rio Aripuanã, em Aripuanã, por exemplo.
Marcos Vergueiro/Secom-MT

Além de obras, concessões de rodovia prometem reaquecer economia.
Além disso, está prevista a concessão à iniciativa privada de três lotes de rodovias, num total de 512 quilômetros, para a prestação dos serviços públicos de conservação, recuperação, manutenção e implantação de melhorias. As concessões têm prazo de 30 anos e já foram autorizadas pelo Governo do Estado.
Serão concedidos 140 quilômetros da MT-130, no trecho de Primavera do Leste a Paranatinga, além das rodovias MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480, nos trechos de Jangada a Itanorte, totalizando 233,2 quilômetros. Também serão concedidos 138,4 quilômetros da MT-220, no trecho entre Tabaporã e Sinop. O edital deve ser lançado ainda neste mês de julho.
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.