Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária informou que o processamento em maio, no Estado, foi de 2,69 milhões de toneladas, superando o mês anterior que ficou em 2,61 milhões. O mês passado teve leve redução e os números estão sendo revisados mas fecham na casa de 2,6 milhões.

A nível nacional os resultados mostram redução no esmagamento de soja. A Abiove, o volume de soja brasileira esmagada apontam retração de 6,17% em relação a maio do ano passado. “Uma das possíveis causas da diminuição do processamento no Brasil é a baixa produção das lavouras da região Sul nesta safra, enquanto em Mato Grosso houve a maior colheita da história. Assim, já começa a ser percebida certa dificuldade em encontrar soja no mercado, até mesmo em Mato Groso, que geralmente contribui para o abastecimento de outros Estados, o que tem levado o Paraná, por exemplo, a aumentar suas compras do Paraguai”, avalia o IMEA.

“Com isso, vale ressaltar que as esmagadoras, que não estão cobertas ao longo do ano e operam geralmente no mercado spot, podem passar por dificuldades para encontrar soja durante o segundo semestre, o que pode impactar no preço dos subprodutos no país”, acrescenta o instituto.

 Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)

Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.