Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

MT Hemocentro realiza os agendamentos e atende o máximo de 10 pessoas por hora, além de fornecer álcool em gel e orientar o distanciamento indicado entre os assentos
Rose Velasco SES-MT
MT Hemocentro destaca importância de doadores no Dia Mundial do ...
A data de 14 de junho, Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorada todos os anos com programação especial, neste ano será lembrada pelo MT Hemocentro sem evento público devido à pandemia. Entretanto, o banco de sangue trabalha a divulgação nos meios de comunicação e nas redes sociais para sensibilizar a sociedade sobre a importância de doar sangue mesmo em época de isolamento social.
Segundo informou a diretora da unidade especializada, Gian Carla Zanela, para não deixar a data passar em branco, o MT Hemocentro enfatiza a importância da doação sobretudo pela tendência de aumento de internações hospitalares de pacientes com o coronavírus, além de outras internações por doenças e comorbidades diversas de urgência e emergência – que não deixaram de ocorrer durante a pandemia.  
Para manter o estoque de bolsas de sangue e de seus derivados para suprir as demandas de hospitais e prontos-socorros, o banco de sangue se preparou para atender os doadores sem colocar em risco a saúde de quem doa e de quem realiza o serviço de coleta ou tratamento do sangue doado.
A unidade realiza os agendamentos e atende o máximo de 10 pessoas por hora, além de fornecer álcool em gel e orientar o distanciamento indicado entre os assentos, para evitar aglomeração.
Em meio à Covid-19, o MT Hemocentro registrou uma média de 1.100 bolsas coletadas de doadores voluntários de sangue por mês. O número de pacientes mensalmente atendidos varia de acordo com os tipos de atendimentos, que vão desde a aplicação de medicamentos, como transfusão de hemocomponentes e hemoderivados, consultas especializadas, consultas com equipe multiprofissional; sendo a média de 2.000 atendimentos por mês.
Amor e solidariedade
É simples ser um doador de sangue, mas é necessário seguir algumas recomendações, como ter boa saúde; ter idade entre 16 e 69 anos (menores de 18 anos devem estar acompanhado dos pais); ter uma boa noite de sono; estar bem alimentado; não ter ingerido bebida alcóolica 12 horas antes da doação; evitar a ingestão de alimentos gordurosos; ter peso igual ou superior a 50 kg e outros critérios avaliados no dia da doação.
Como acontece a doação
O doador é cadastrado (por isso, é necessário levar um documento oficial com foto) e encaminhado para o teste de anemia e verificação do pulso, pressão arterial, temperatura e peso. Feito isso, o doador é direcionado à entrevista de forma individual e sigilosa. Se o doador estiver apto para doar sangue, ele irá para a coleta. A coleta de sangue dura no máximo 15 minutos. No fim, o doador irá receber hidratação e lanche.
A doação de sangue não faz mal à saúde de quem doa, não engorda e não emagrece. Também não há risco de transmitir doença porque o sangue, antes de ser transfundido para um paciente, passa por diversos testes em laboratório que garante 100% de qualidade e de segurança para quem vai receber a doação, esclarece a diretora do MT Hemocentro, Gian Carla Zanela.
Além de assegurar esse padrão de qualidade ao sangue e derivados, o MT Hemocentro esclarece que doar sangue não afina e nem engrossa o sangue e que o volume doado é reposto naturalmente em 24 após a doação. É importante ressaltar que cada bolsa de sangue pode salvar até quatro vidas.
Serviço
Para ser um doador, basta procurar a sede do MT-Hemocentro, localizada na Rua 13 de junho, n° 1.055, Cuiabá, Centro Sul. O funcionamento da unidade acontece de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. O telefone para mais informações e para agendamento de doação é o (65) 3623-0044 e WhatsApp (65) 98433-0624.

Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.