Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

No Grêmio desde 2019, o goleiro Lucas Guerra precisou de pouco tempo para se adaptar ao novo clube. O arqueiro, de 18 anos, foi campeão logo em sua primeira temporada pela equipe gaúcha. Ele esteve presente na conquista do Torneo Las Américas sub-17, competição disputada na Colômbia. Depois disso, o jogador foi integrado ao elenco sub-19 do Tricolor.

Se o momento em campo era positivo, fora dele as coisas aconteceram de forma totalmente oposta. Em janeiro deste ano, Lucas Guerra enfrentou a situação mais difícil da sua vida: o falecimento de sua mãe. A dor da perda foi grande, mas deixou o goleiro ainda mais motivado em realizar o sonho da sua maior incentivadora. "Estou passando por um momento muito difícil com a perda da minha mãe no início deste ano. Está sendo muito complicado ter que lidar com isso, mas estou dando o meu máximo por ela. A minha mãe fez muito por mim e sempre foi a minha maior incentivadora no futebol. Tenho que honrá-la e seguir lutando em busca do nosso sonho. É isso que ela gostaria que eu fizesse", ressaltou o jovem atleta, natural da cidade de Tupi Paulista (SP).

Para o futuro, Lucas Guerra espera seguir em ascensão com a camisa do Grêmio. "Tenho boas expectativas para o meu futuro aqui no Grêmio. Trabalho com excelentes profissionais aqui no clube e isso tem ajudado muito na minha evolução como atleta. Seguirei me dedicando ao máximo para melhorar a cada dia e, se Deus quiser, poder aproveitar todas as oportunidades recebidas", concluiu o arqueiro, que também atuou nas categorias de base do Santos e tem a carreira gerenciada pela Miami Dade Gestão Desportiva, empresa que possui sede nos Estados Unidos, Espanha e Brasil.
 


Foto: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa


Foto: Divulgação/Grêmio


Foto: Divulgação/Santos FC


Douglas Albino,
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.