Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Ele anunciou sua saída do cargo, antes mesmo de completar um mês à frente da pasta
E nesta sexta-feira, o ministro da Saúde, Nelson Teich, anunciou sua saída do cargo, antes mesmo de completar um mês à frente da pasta. Nota publicada pelo Ministério informa que ele pediu demissão.
Teich tomou posse em 17 de abril e embora, inicialmente demonstrou pretensão de seguir moderadamente um alinhamento com o que o Presidente Bolsonaro tem defendido, a exemplo de Mandetta, acabou seguindo uma linha que entrou em choque com o Presidente em relação as medidas para combate ao coronavírus.
Teich foi chamado para uma reunião no Palácio do Planalto nesta manhã. Ele esteve com Bolsonaro e depois voltou para o prédio do Ministério da Saúde. A demissão foi anunciada logo depois.
As principais discordâncias:
  • o uso da cloroquina no tratamento da covid-19 (doença causada pelo vírus). Bolsonaro quer alterar o protocolo do SUS e permitir a aplicação do remédio desde o início do tratamento.
  • o decreto de Bolsonaro que ampliou as atividades essenciais no período da pandemia e incluiu salões de beleza, barbearia e academias de ginástica
  • detalhes do plano com diretrizes para a saída do isolamento. O presidente defende uma flexibilização mais imediata e mais ampla.
  • Por , Folha do Brasil
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.