Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

O Conselho Gestor do Mixto deve quitar hoje o restante da folha de pagamento do elenco de jogadores referente ao mês de março, quando foi encerrada a primeira fase do Campeonato Mato-grossense. Rebaixado à Segunda Divisão do Estadual do próximo ano, o clube ainda deve em torno de R$ 5 mil a um grupo de atletas e membros da comissão técnica. Quitando esta quantia, o Conselho zera a sua dívida referente ao torneio regional, que marcou a queda do Alvinegro da Vargas à divisão inferior do futebol profissional mato-grossense.
Um dos portas vozes do clube, o desportista Arlei Silva, disse que a atual gestão se orgulha de ter feito uma gestão profícua, não deixando dívida para futura diretoria administrativa. “Estaremos quitando o restante da folha e iremos zerar em dívida. É algo que já algum tempo não acontecia no clube”, disse o dirigente
Apesar de ter feito uma campanha decepcionante na primeira parte do Matogrossense, ficando na nona e penúltima colocação do Mato-grossense com apenas sete pontos somados, o Mixto ainda sonha em se livrar do rebaixamento à Segunda Divisão de 2021.
Como o Estadual está paralisado por tempo indeterminado e sem perspectiva de volta, a Federação Matogrossense de Futebol (FMF) ainda precisa encontrar uma saída para a competição. Por sua vez, a diretoria alvinegra defenderá que o Estadual seja cancelado, contudo, sem rebaixamento. Neste cenário, o Mixto e Araguaia permaneceriam na elite do futebol profissional de Mato Grosso. “Vamos defender cancelamento do Estadual”, disse.
A Gazeta (foto: Gil Gomes/assessoria)
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.