Publicidade 1

IBGE divulga distribuição de UTIs, respiradores, médicos e enfermeiros em Mato Grosso



IBGE divulga distribuição de UTIs, respiradores, médicos e ...O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou a distribuição de leitos de UTIs (unidades de terapia intensiva), respiradores, médicos e enfermeiros por unidades da federação e regiões do Brasil que são referência no atendimento de saúde de baixa e média complexidade. As informações, geradas com a colaboração da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vão contribuir com as ações de enfrentamento à pandemia do Covid-19 e estão disponíveis para consulta nos mapas interativos (https://mapasinterativos.ibge.gov.br/covid/saude/) no hotsite covid19.ibge.gov.br.
Mato Grosso possuía, no ano passado, 17 leitos por 100 mil habitantes, atrás apenas do Distrito Federal (30), Rio de Janeiro (25), Espírito Santo (20), São Paulo (19) e Paraná (18), que são os estados melhores equipados. Já Roraima apresentou índice de 4 leitos de UTI, o menor do país. Amapá e Acre (5 leitos), Amazonas e Piauí (7), e o Tocantins, Maranhão e Pará (8) também registraram os menores indicadores.
O cruzamento de dados também revela a distribuição de respiradores, equipamentos que realizam ventilação mecânica em pacientes com dificuldades respiratórias graves, nas unidades de saúde do país. Com índice de 38 respiradores a cada 100 mil habitantes, Mato Grosso ficou em quarto lugar no ranking do país. O Distrito Federal (63) lidera, seguido por Rio de Janeiro (42), São Paulo (39), Mato Grosso (38) e Espírito Santo (35). Estados do Norte e Nordeste são os menos equipados: Amapá (10 respiradores), Piauí (13), Maranhão (13), Alagoas (15) e Acre (16).
Os dados mostram que, em 2019, o Distrito Federal também possuía a melhor distribuição de médicos do país, com 338 profissionais por 100 mil habitantes. Em seguida, vem São Paulo com 260 médicos na mesma comparação. Rio de Janeiro (248), Rio Grande do Sul (244) e Espírito Santo (223) fecham o grupo dos cinco estados com os melhores indicadores. Mato Grosso tinha 148 por 100 mil habitantes.
A distribuição de enfermeiros também é maior no Distrito Federal. São 198 profissionais por 100 mil habitantes. Mato Grosso tinha 123 a cada 100 mil habitantes. Em 2010, no último Censo Demográfico, 239.626 dos 3.035.122 moradores do estado de Mato Grosso tinham 60 anos ou mais, o que representa 7,9% da população.
CAPITAL TINHA 2.139 MÉDICOS E 1.326 ENFERMEIROS EM 2019
Com uma população estimada em 612.547 em 2019, Cuiabá tinha 2.139 médicos, o que representa 349 a cada 100 mil habitantes. Desses, 1.202 profissionais eram do SUS.
A cidade possuía também, no ano passado, 1.326 enfermeiros, sendo 961 do SUS, o que representa 216 profissionais a cada 100 mil habitantes. A capital tinha ainda 353 leitos de UTI, sendo 99 do SUS. A cada 100 mil habitantes, eram 58 leitos de UTI. Cuiabá contava com 692 respiradores, o que significa 113 por 100 mil habitantes.



Contatos:
Telefones: (65) 3928-6100/ 3928-6130
Raquel Gomes e Luiza Goulart (SDI/UE/MT)

Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!