Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Selma Arruda teve, hoje, mais uma tentativa de se manter no mandato de senadora rejeitada. A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, negou pedido para que o Senado editar uma resolução para definir o processo da perda de seu mandato, que havia sido decidido pelo TRE de Mato Grosso e o Tribunal Superior Eleitoral. A ministra definiu que o procedimento interno do Senado para cumprir a decisão judicial já encontra respaldo no regimento interno do Senado Federal e negou a necessidade de uma resolução específica, informa O Estado de São Paulo.
Com isso, ficam mantidos os trâmites que a mesa diretora do Senado iniciou, em fevereiro, com a previsão inicial que Selma deveria apresentar, em março, sua defesa. Ainda não está esclarecido se o rito interno será concluído neste mês de abril.
Ela foi cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico na campanha de 2018, bem como seus dois suplentes. A eleição de novo senador estava marcada para o dia 26 deste mês mas foi adiada por tempo indeterminado, por decisão do TSE, devido a pandemia do Coronavírus.
Só Notícias (foto: Agência Senado/arquivo)
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.