Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

O Corinthians conheceu sua segunda derrota no Campeonato Paulista neste domingo. Em Itaquera, a Inter de Limeira derrotou o Alvinegro por 1 a 0, pela 5ª rodada, e pressionou o time de Tiago Nunes às vésperas da decisão pela Libertadores.
Com o resultado, o Timão estaciona nos sete pontos e perde a liderança do grupo D para o Guarani, que venceu na rodada e tem um ponto a mais. A Inter conhece sua terceira vitória e assume a ponta da chave C, com nove tentos.
Na próxima rodada, no sábado, o Corinthians terá um clássico contra o São Paulo, no Morumbi. Antes disso, a equipe de Tiago Nunes vai ter a missão de reverter a derrota de 1 a 0 para o Guaraní, do Paraguai, pela pré-Libertadores, na quarta-feira, novamente na Arena.
O jogo- Embalado por 28 mil torcedores, o Corinthians imprimiu muita intensidade no início de partida. Apostando nas jogadas pelas pontas, com Madson e Everaldo, o Timão assustou o gol de Rafael Pin no primeiro lance. Madson fez boa jogada pela direita e serviu Gustavo, que encheu o pé, forçando boa defesa do arqueiro limeirense.
Aos quatro minutos, um lance polêmico. Lucas Piton cruzou rasteiro para Everaldo. O camisa 37 dominou na marca do pênalti e foi derrubado por Geovane. O atacante corintiano reclamou bastante, mas Raphael Claus mandou seguir.
A primeira chegada da Inter também foi perigosa. Com 13, Lucas Braga fez fila na defesa alvinegra e chutou de bico para boa defesa de Cássio.
Depois do início movimentado, o duelo deu uma esfriada. As duas equipes erravam muitos passes e pecavam nas finalizações. Quando tudo indicava que o placar iria zerado para o intervalo, Tcharlles apareceu. Aos 41, Cantillo perdeu a bola no meio-campo, Lucas Braga arrancou pela direita, driblou Pedro Henrique e mandou para a área. Tcharlles apareceu nas costas de Bruno Méndez e só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.
Os times foram para o vestiário com o marcador mínimo favorável aos visitantes. O Corinthians teve mais posse, 64%, mas foi pouco ofensivo. Foram apenas chutes ao gol, sendo que somente um realmente foi a meta.
Para a etapa complementar, Tiago Nunes manteve o mesmo time. O Timão, apesar de não retomar o bom ritmo, começou melhor. Gustavo quase empatou, de cabeça, depois de belo jogada do lateral-esquerdo Lucas Piton.
Novamente o Corinthians usou e abusou das aéreas, tentando encontrar Gustagol. Ao todo foram nove bolas levantadas, seis procurando o camisa 19. A falta de criatividade deixou o jogo sem emoções. De um lado, o Alvinegro tentava achar o gol, mas não era perigoso, e do outro lado, o Leão satisfeito com o resultado e gastando o tempo.
Tiago Nunes mandou a campo Luan e Vagner Love para tentar solucionar o problema de criação, contudo, foi infeliz. Os dois pouco deram dinâmica a partida e a derrota se tornava inevitável.
Ao fim, a torcida presente na Arena ficou na bronca e cantou “é quarta-feira”.
Gazeta Esportiva (foto: arquivo/assessoria)
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.