Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Mais de R$ 560 milhões serão injetados na economia mato-grossense neste final de ano
Thielli Bairros Sedec MT
O décimo terceiro salário deverá ser gasto com pagamento de contas e também compra de final de ano
O Governo de Mato Grosso pagará o 13º salário dos servidores públicos integralmente nesta sexta-feira (20.12). Com o provento, serão injetados R$ 560 milhões na economia estadual. Para o governador Mauro Mendes, honrar o salário de dezembro e o décimo terceiro foi um trabalho de planejamento e estratégia.
“Tivemos ações para economizar cada centavo do dinheiro público nos últimos meses não só para pagar corretamente os servidores, mas para reiniciar mais de uma centena de obras na infraestrutura, mais de 80 obras na educação, colocar em dia o pagamento na saúde, investir em hospitais como a Santa Casa. É também um trabalho de parceria com nossos municípios”, afirmou o governador na última semana em evento para os servidores públicos e imprensa.
Os comerciantes comemoram o movimento em todos os setores e têm a expectativa de este seja o melhor Natal dos últimos seis anos. “O pagamento do 13º salário contribui muito com a economia de Mato Grosso e os recursos são bem-vindos, ainda mais em um momento de tanto otimismo. O servidor público representa boa parte dos consumidores e estes valores auxiliam a movimentar o comércio e, por consequência, a criação de emprego e geração de renda”, analisa Fábio Granja, superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá.
O dinheiro que será gasto no comércio local, nos serviços e até no pagamento de contas irá retornar ao Estado por meio dos tributos. “A soma do salário de dezembro mais o décimo terceiro resultará em mais de R$ 1 bilhão na economia. Se forem gastos nos municípios mato-grossenses gerarão retorno de R$ 80 milhões para os cofres públicos, o que faz a máquina girar”, afirma Celso Banazeski, secretário adjunto de Indústria, Comércio e Empreendedorismo da secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso.
Para os servidores públicos, esse salário extra é uma ajuda para organizar as finanças familiares no final do ano. “Assim como eu, vários têm sua programação de contas a pagar. Então, eu recebi a notícia com satisfação porque poderei me planejar de forma mais clara”, diz o servidor Mário Tibaldi. Para Rosinaldo Almeida, o salário chega em boa hora: “estamos aguardando a data para fazer um bom uso deste recurso”.
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.