Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Reprodução/FacebookDefensores do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o deputado federal Nelson Barbudo (PSL) e o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) já sinalizaram que irão acompanhar o chefe do Executivo na nova legenda, a Aliança pelo Brasil. O anúncio oficial do presidente será feito na terça-feira (11).

Em crise com o PSL, Bolsonaro já havia demonstrado interesse em sair do partido. No entanto, após conversas com os aliados, decidiu criar um novo partido, o que também permite que os parlamentares o acompanhem sem perder o mandato, o que ocorreria caso mudassem para uma sigla já existente.

Delegado Claudinei comemorou a decisão do presidente em vários grupos do WhatsApp, por onde enviou o link de uma matéria nacional. Apesar de ainda não ser oficial, o parlamentar já afirmou para colegas e apoiadores que irá acompanhar o presidente.


Já Barbudo, que é presidente da sigla em Mato Grosso, confirmou que irá participar de uma reunião com Bolsonaro, na terça-feira, em Brasília, uma hora antes do horário previsto para o anúncio oficial da criação do partido.

Em outras oportunidades, o deputado federal já afirmou que mesmo que Bolsonaro saia do PSL, ele continuará como seu apoiador. Apesar de ainda não firmar o posicionamento, Nelson Barbudo adiantou que irá seguir a orientação que Bolsonaro der aos aliados, ou seja, as chances de mudança de partido são grandes.
Por Thalyta Amaral e Vitória Lopes
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.