Publicidade 1

Prevenção também passa por alimentação saudável, diz nutricionista

No mês de alerta ao câncer de mama é importante entender que uma dieta equilibrada reflete em mais saúde
 O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que em 2019 cerca de 59.700 pessoas tenham câncer de mama no Brasil. No caso de Mato Grosso, conforme o mesmo levantamento, seriam cerca de 680 pessoas atingidas pela doença, que é mais comum entre mulheres, mas chega a acometer 1% dos homens em todo o país.

Depois do câncer de pele não melanoma, o de mama é o tipo mais comum da doença: em 2016, conforme o Inca, 16.069 mulheres morreram, o que indica 15,4 óbitos por 100 mil mulheres no país. O número é crescente. Entre 1980 e 2016, as taxas padronizadas de mortalidade por este tipo de câncer variaram de 9,2 óbitos a 12,4 óbitos por 100 mil mulheres, o que representa um aumento de 33,6% em 35 anos.

Mas, há medidas de prevenção e elas são as de maior impacto. Criada há mais de duas décadas, a campanha Outubro Rosa é uma destas ações. Além disso, o Inca sugere que hábitos preventivos e saudáveis podem evitar cerca de 30% dos diagnósticos.

Dentre estes hábitos, a prática de atividades físicas, evitar o uso de hormônios sintéticos e alimentar-se de forma saudável são umas das principais.

“Uma alimentação balanceada é sempre importante para a saúde de forma geral, mas, no caso da prevenção do câncer, alguns alimentos podem ter uma função anticarcinogênica (agentes que reduzem a frequência ou a taxa de tumores espontâneos). O brócolis, por exemplo, é um deles. Frutas como abacaxi, laranja e limão, são ricas em vitamina C e atuam como antioxidantes, que tem como papel principal proteger as células contra os radicais livres”, afirma a nutricionista Iara Gamboa de Oliveira, da rede de supermercados mato-grossenses Casa Aurora.

A profissional também destaca a ingestão de frutas vermelhas, como acerola, amora, morango e framboesa, que tem atuação antioxidante; alimentos ricos em carotenoides, da cor alaranjada como cenoura, manga, abóbora; além de peixes, que são fonte de ômega 3; cereais integrais, que tem fibras que reduzem o estrogênio biotivo no sangue; e castanha do Brasil, fonte de selênio, que inibe a angiogênese.

O QUE EVITAR – A nutricionista Iara Gamboa de Oliveira afirma que, além de preferir alimentos saudáveis, é preciso também evitar outros. “Carnes vermelhas em excesso, embutidos, fast foods, frituras e industrializados estão entre os vilões da alimentação. Assim, ao evitar o consumo destes alimentos e escolher comer aqueles com mais características positivas, o caminho já estará pavimentado para uma vida mais equilibrada”, diz.

CASA AURORA – A rede de supermercados possui cinco unidades no Norte de Mato Grosso, sendo dois em Sinop, um em Matupá, um em Sorriso e um em Guarantã do Norte. Mais informações: http://casaaurora.com.br ou instagram.com/casaaurorasupermercados.

ZF PRESS
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!