Publicidade 1

Projeto de Romoaldo Júnior institui a Semana Estadual de Conscientização da Psoríase


Por  Márcia Martins / Assessoria de Imprensa de Gabinete
Resultado de imagem para Projeto de Romoaldo Júnior
Aprovado em segunda discussão, o Projeto de Lei 387/2019 de autoria do deputado Romoaldo Júnior (MDB) que institui a Semana Estadual de Conscientização sobre a Psoríase, a ser decretada anualmente no dia 29 de outubro, Dia Internacional de Conscientização da Psoríase, instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

De acordo com a União das Associações de Portadores de Psoríase do Brasil (ONG Psoríase Brasil) atualmente, a psoríase atinge 125 milhões de pessoas no mundo, sendo cerca de 5 milhões de brasileiros. A doença é crônica, inflamatória, sistêmica, mas pode ser controlada com tratamento adequado e não é contagiosa.

 “É um problema que tem que ser discutido, pois provoca discriminação por falta de informação. Muito mais que um transtorno estético, pode causar uma série de impactos negativos na vida do doente, como depressão, discriminação social e até profissional”, advertiu o parlamentar.

A causa da doença ainda é desconhecida, pode surgir em qualquer fase da visa, sendo mais frequente o seu aparecimento antes dos 30 anos ou após os 50. Em se tratando de preconceito, Romoaldo ilustra que um adulto já pode ter inúmeras dificuldades em conviver com ela, o que dizer de uma criança?
“É importante explicar para a criança que a psoríase é só um detalhe em sua vida, não é o que a define. É fundamental que os pais ajudem o filho a entender sua condição, para que ele saiba como agir nos momentos de crise, quando aparecem as escamações, que podem causar constrangimento. Ele também precisa entender que outras crianças podem agir de forma nem sempre simpática e saber como reagir a isso”, resumiu.
Pesquisa mundial encomendada sobre o assunto pela indústria farmacêutica revela que o Brasil é líder em preconceito: 96% dos entrevistados afirmaram ter sido vítimas de humilhação e discriminação em razão da enfermidade. A média global é de 84%. Países latinos como México e Argentina tiveram índices melhores, abaixo inclusive da média global.

“O nosso projeto visa combater o preconceito e melhorar a qualidade de vida das pessoas que convivem com a doença. O preconceito contagia a Psoríase não. Temos que desmistifica-la, conscientizando a população que tem de procurar um especialista, e de que não se trata de um problema transmissível. Vamos combater esse estigma!”, concluiu o emedebista que sempre defende projetos voltados à saúde.


Assessoria de Imprensa de Gabinete
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!