Publicidade 1

Observatório registra mais um tremor de terra no Nortão; 2 graus na escala Richter

O tremor de terra foi registrado pelo Observatório Sismológicos (Obsis) da Universidade Nacional de Brasília (UnB), em Porto dos Gaúchos (248 quilômetros de Sinop). Consta no relatório Obsis que duas estações detectaram o terremoto do tipo natural de 2,4 graus na escala Richter (que serve como parâmetro para dimensionar abalos sísmicos), ontem, por volta das 20h, próximo da MT-220. Não houve profundidade para causar danos em residências.
O município já registrou entre 2016 até agora, mais de 16 tremores de terra. Consta no histórico da UnB, que a magnitude média dos abalos é de até 2,4 graus na escala Richter. A região é nacionalmente conhecida pelos pesquisadores por ter registrado o maior tremor do Brasil, em 1950, quando um abalo de magnitude de 6,9 graus ocorreu na Serra do Tombador, a cerca de 100 quilômetros da cidade. Apesar de ter sido considerado de forte impacto, o tremor não trouxe danos à população.
Conforme Só Notícias já informou, no mês passado, dois tremores de terra foram registrados pelo Observatório nas regiões de Juara (300 km de Sinop) e em Pedra Preta (245 quilômetros de Cuiabá). De acordo com os dados do Obsis, quatro estações detectaram os terremotos do tipo natural, que ocorreram no dias 18 e 20 deste mês.
O primeiro foi em Juara e atingiu 2,2 graus e o segundo, em Pedra Preta foi de 2,1 graus. Ambos não causaram danos. Em maio, o observatório também registou tremor de terra de 2,2 graus em Nova Lacerda.
Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria/arquivo)
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!