Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

João VieiraGovernador Mauro Mendes (DEM) tem reiterado que não há qualquer condição para o Estado conceder aumento salarial para os profissionais da educação. Eles paralisaram as atividades desde o dia 27 passado. 

Governo alerta que já trabalha no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e não tem como dar aumento sob o risco de responder por improbidade administrativa. 

Diante da paralisação, o governo tem adotado medidas conseguidas na instância judicial, como o corte do ponto dos grevistas.  Além disso, os grevistas estão impedidos de fazer piquetes na frente das escolas.
Da Redação
Marcadores:

Postar um comentário

  1. Com aquelas placa de LulaLivre percebe-se que não são verdadeiros professores... pois antigamente professor(a) era aquela pessoa justa e inteligente, e não, os piolhos de cobra-cega que repetem os sons do presidio de Curitiba... Acredito que tenha gente que passou nos concursos e não foram chamados, ou abre vaga para quem precisa trabalhar.

    ResponderExcluir

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.