Publicidade 1

Deputado critica "fábrica de multas" com radares e minimiza polêmica da cadeirinha

Nelson Barbudo
O deputado federal Nelson Barbudo (PSL) defendeu o projeto do governo federal que propõe mudanças no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Entre as alterações propostas pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) está a retirada de multa para motoristas que transportem crianças sem a cadeirinha nos bancos traseiros dos veículos.
“Quem não sabe que uma criança tem que ir na cadeirinha? Criança tem que ir na cadeirinha. Ah, mas vai cometer assassinato das crianças. Só se você não pôr a sua cadeirinha, sabe? Eu sou a favor do que o Jair Bolsonaro fez, eu concordo com ele”, declarou Barbudo.
O parlamentar mato-grossense sustenta a necessidade de uma política mais clara em relação às regras de trânsito, com menor punição aos cidadãos e mais medidas educativas. Barbudo criticou ainda o que disse considerar ser uma “indústria” de multas aplicadas aos motoristas e que abastecem os cofres do Estado.
“O presidente não mandou tirar a cadeirinha. No caso, se eu fosse pai, eu iria manter a cadeirinha. O que o presidente quis dizer é o seguinte: o brasileiro não aguenta mais pagar multa. E ele está com uma política de ir tirando gradativamente as coisas que imputam multas ao brasileiro. Hoje em dia, se você saiu da sua casa, você recebe uma multa. Você voltou para sua casa, recebe outra multa. Os pardais, a velocidade em cada via... você está andando a 40 km/h, dali a pouco é 50 km/h, dali a pouco é 80 km/h, dali a pouco é 40 km/h de novo. É meio programado, sim, para que as multas abasteçam o Estado. E o Estado não é para ficar perseguindo, vamos dizer assim”, avalia.

Ele (Bolsonaro) está com uma política de ir tirando gradativamente as coisas que imputam multas ao brasileiro. Hoje em dia, se você saiu da sua casa, você recebe uma multa

Nelson Barbudo
O governo propõe que o limite atual de 20 pontos na CNH para a suspensão do direito de dirigir seja dobrado para 40 pontos em 12 meses. Atualmente, o período de renovação da carteira de motorista é de cinco anos, sendo reduzido para três anos para pessoas acima dos 65 anos de idade. A proposta é que os períodos aumentem para 10 e cinco anos, respectivamente.
A medida mais polêmica trata da utilização da cadeirinha nos bancos traseiros dos veículos para o transporte de crianças. Pelas regras atuais, se o motorista for flagrado transportando crianças sem a cadeirinha, a infração é considerada gravíssima e há multa R$ 293,47, além de retenção do veículo até que a situação seja regularizada.
Para crianças de até sete anos e meio, o transporte deve ser feito em cadeirinha/assento adaptados ao tamanho e peso. Já crianças entre os sete anos e meio e os 10 anos de idade devem ser transportadas no banco traseiro com cinto de segurança.
O projeto do governo mantém a perda de pontos na CNH, mas troca a multa e a retenção do veículo por uma advertência por escrito.
O projeto foi distribuído às comissões de Seguridade Social e Família, de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços, de Trabalho, de Administração e Serviço Público, de Viação e Transportes, além de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em razão disso, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM), determinou a criação de uma comissão especial para analisar a proposta.
Barbudo ainda defendeu mais clareza nas leis de trânsito, especialmente em relação à implantação dos radares nas rodovias. “Precisa ser esclarecido uma coisa. O brasileiro é danadinho, o governo mais ainda. Não é questão de ser contra ou a favor do radar. Eu sou favorável ao radar, mas tem que ter as regras para não prejudicar o cidadão que não aguenta mais. É muito radar. Tinha que ter uma política clara de radares, aí eu sou a favor”, avaliou.
Por Mikhail Favalessa
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!