Publicidade 1

Corinthians vira no fim e consegue classificação dramática na Copa do Brasil

O Corinthians manteve sua sina de nunca ter caído na Copa do Brasil para um time sem grande expressão. Nessa quarta-feira, o Avenida teve tudo para quebrar esse tabu e fazer história dentro da Arena de Itaquera ao abrir dois gols de vantagem em apenas dez minutos de jogo, mas, talvez a inexperiência da equipe gaúcha tenha pesado. Com três gols no segundo tempo, dois deles após os 43 minutos, o Timão arrancou uma goleada de virada por 4 a 2 e se garantiu na terceira fase da competição nacional.
No fim, sobraram aplausos pela entrega alvinegra, mesmo que a atuação não tenha sido das melhores. Ao Avenida, time que disputará a Série D pela primeira vez em 2019 e também nunca havia disputado uma partida oficial fora do Estado do Rio Grande do Sul, ficou um sentimento orgulhoso, apesar do revés.
Fábio Carille admitiu, logo após a classificação dramática sobre o Ferroviário-CE, que precisava repensar sua maneira de motivar a equipe para o desafio diante de um time pequeno logo após vencer um clássico.
Bastaram dez minutos de jogo nessa quarta-feira para perceber que o técnico corintiano ainda não encontrou a fórmula correta para tal missão. Primeiro, o time levou o nono gol de bola alçada em sua área no ano por causa de Flávio Torres. Depois, o contestado trio formado por Manoel, Henrique e Danilo Avelar se perderam na marcação e viram Tito assustar a Arena.
O Corinthians claramente se afobou e se desorganizou em campo. Vagner Love substituiu Ralf com apenas 27 minutos, mas, na prática, o Corinthians não conseguia impor a pressão que deveria diante do cenário de caos.
Uma bola de letra de Gustagol bem defendida por Fabiano e algumas tentativas frustradas de fora da área foram as tentativas mais agudas. A bola parada, então, voltou a ser fatal.
Sornoza dessa vez errou o cruzamento, mas Pedrinho ficou com a sobra e colocou Henrique na boa para diminuir no último lance antes do intervalo. A torcida, antes apreensiva, entoou alto o hino do clube.
Na segunda etapa, para alimentar ainda mais o tom de drama, Tito acertou a trave de Cássio e por pouco não jogou um balde de água fria no sonho alvinegro da virada. A trave, aliás, também foi vilã em chute de Vagner Love mais tarde.
Mas, a verdade é que o Corinthians, enfim, fez o que dele se esperava. Mesmo que sem um futebol brilhante e envolvente, impôs pressão em cima do Avenida. Os gols pareciam questão de tempo. E caprichosamente saíram nos minutos finais.
Sornoza chegou a cinco assistências em 2019, quatro delas oriundas de bolas paradas, graças a toque de cabeça de Danilo Avelar. E o ritmo não caiu. Já com Díaz e Boselli em campo, Junior Urso virou com a colaboração de um desvio no zagueiro Claudinho e Gustagol deixou sua marca nos acréscimos para dar cara de goleada a uma classificação ao melhor estilo Corinthians de ser.
Na próxima fase, a equipe de Carille enfrenta o vencedor do confronto entre Foz do Iguaçu e Ceará, marcado para o dia 27. O compromisso mais próximo é neste domingo, pelo Campeonato Paulista. O Timão visita o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.
Gazeta Esportiva (foto: Gazeta Press/arquivo)
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!