Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

O Internacional venceu nesta quinta o América-MG por 2 a 0 no Estádio Beira-Rio pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo sem a presença de D´Alessandro, suspenso, o Colorado não encontrou dificuldades de impor o seu futebol e definir o resultado no primeiro tempo. Os destaques ficaram por conta das atuações de Edenílson, Wellington Silva e Leandro Damião. Por outro lado, o Coelho está cada vez mais próximo de voltar a Série B.
Com o resultado, o Internacional segue em segundo lugar, com 65 pontos e mantém a diferença de cinco pontos para o líder Palmeiras. E o América está em penúltimo lugar, com 34 pontos.
Na próxima rodada o Internacional visita no domingo o Botafogo, às 17h00 (horário de Brasília), no Engenhão. No mesmo dia e horário o América-MG recebe o Santos no Independência.
Com o passar do tempo, o Internacional empurrou o América-MG para o seu campo de defesa. Aos 04, Edenílson cobrou escanteio em curva. João Ricardo quase errou a passada, mas conseguiu tocar na bola e ceder novo escanteio. Três minutos depois, Nico cruzou na cabeça de Damião. João Ricardo espalmou. No rebote, Edenílson chutou cruzado, mas a bola saiu.
Os donos da casa se mostram mais incisivos ofensivamente, porém pecam nas finalizações. Já o Coelho se fechou na defesa e tentou especular jogadas de contra-ataque.
Finalmente após tanto insistir, o Colorado chegou ao primeiro gol. Aos 23, Edenílson encontrou Leandro Damião na área, que chutou sem chances a João Ricardo. Esse tento marcado pelo centroavante o faz entrar no top 10 dos artilheiros do Inter na história, com 108 e igualou com Adãozinho. Por sua vez, os visitantes não ameaçam a meta de Lomba.
Dois lances polêmicos na sequência da partida. Aos 36, após escanteio cobrado por Gerson Magrão, a bola bateu em Cuesta e os jogadores do time mineiro pediram mão do argentino dentro da área. Logo na sequência, Edenílson arrancou e desabou no gramado após choque, pedindo pênalti, mas Wilton Pereira Sampaio mandou o jogo seguir. Uma penalidade claríssima não apitada pelo árbitro.
Por Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/arquivo)
Marcadores:

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.