Publicidade 1
Publicidade 1

Candidato ao Senado em MT, Carlos Fávaro diz que é a favor da redução da maioridade penal e quer reforçar segurança na fronteira

Ex-vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro foi o quarto candidato a ser entrevistado pela TV Centro América.

Por G1 MT
Resultado de imagem para Carlos Fávaro
Candidato ao Senado pelo PSD, Carlos Fávaro afirmou, durante entrevista ao Bom Dia MT, nesta quinta-feira (27), que é a favor da redução da maioridade penal e que pretende reforçar a segurança da fronteira de Mato Grosso com a Bolívia.
Ex-vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro foi o quarto candidato a ser entrevistado pela TV Centro América, afiliada da Rede Globo, em uma rodada de entrevistas com os cinco candidatos mais bem colocados na última pesquisa Ibope.
Assista a entrevista completa no vídeo acima. Já foram entrevistados os candidatos Jayme Campos, do DEM, Selma Arruda, do PSL, e Procurador Mauro, do PSOL.

Segurança

“Mato Grosso tem 750 km de fronteira seca com a Bolívia e o governo federal tem a obrigação de atuar nessa fronteira. O Brasil não produz cocaína e não tem uma indústria bélica atuante. A cocaína que chega ao Brasil é de fora. Vamos trazer isso [reforço na segurança] com recursos, investimentos, qualificação, treinamento e homens para que possamos segurar na fronteira a entrada de drogas e armas”, declarou.
Ainda na entrevista, Fávaro acredita que é preciso modernizar a legislação ambiental. Para ele, a 'burocracia' na legislação atrapalha o desenvolvimento do país.
“Por exemplo, porque é impossível você licenciar uma rodovia que passa numa reserva indígena? São brasileiros como tantos outros. O benefício de uma rodovia pavimentada, atravessando uma reserva indígena, é um benefício para todos os brasileiros”, afirmou.
Fávaro declarou que, se for eleito senador por Mato Grosso, vai agir com comprometimento e determinação. Ele também se posicionou a favor do porte de arma para moradores se defenderem. Apesar disso, salientou que os moradores precisam ter preparo psicológico e saber manusear o armamento.

Porte de arma

“Eu sou a favor do armamento da população, mas com critérios. Nós não podemos sair dando arma para qualquer um e de qualquer maneira, banalizando a arma. Também não podemos e não devemos transferir ao cidadão a responsabilidade da segurança pública, que é obrigação do estado”, disse.

Maioridade

“Sou a favor da redução da maioridade penal. O cidadão de 16 anos, que pode escolher seu candidato, pode também ser responsabilizado pelos seus atos”, pontuou.
No final da entrevista, Fávaro disse que vai lutar para garantir recursos e investimentos para a qualificação profissional a jovens no estado.
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!