Publicidade 1
Publicidade 1

Entrevista: os motivos que fazem as pessoas não se vacinarem


           Para especialista, mensagens simples são a melhor estratégia para que o povo se           preocupe mais com a carteirinha de vacinação

A vacina é a estratégia primordial de qualquer programa de prevenção de saúde. Ao tomar as doses, ficamos protegidos contra diversos agentes infecciosos e ainda reduzimos o risco de complicações após a doença inicial. Apesar terem salvado milhões de vida ao longo de várias décadas, nos últimos anos elas foram alvo de duas injustiças: enquanto alguns se esqueceram de sua importância, outros passaram a acusar os imunizantes de provocarem efeitos colaterais gravíssimos.
Para debater essas questões, conversamos com o infectologista Michael Decker, professor de medicina preventiva da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos. Ele veio para o Brasil a convite do laboratório Sanofi Pasteur para participar do evento de lançamento de uma nova vacina contra a meningite. Confira a seguir a entrevista completa:

Resultado de imagem para vacina


Ministério da Saúde do Brasil divulgou recentemente um alertamostrando que 312 cidades do país estão com menos de 50% da cobertura vacinal contra a poliomielite, quando o ideal era que estivessem acima de 95%. Existe uma situação parecida nos Estados Unidos ou em algum outro lugar?

Veja bem, a cobertura varia muito de país para país. Pelo que tenho acompanhado de fora, as estatísticas estão realmente abaixo do recomendado no Brasil. Essa queda importante aumenta o risco de que ocorra no futuro próximo uma epidemia de poliomielite, doença que está controlada há uns bons anos.
Com o mundo conectado que temos hoje, as pessoas viajam para todos os lugares com muita frequência, o que permite a circulação de vírus e outros agentes infecciosos com muita facilidade. O mesmo alerta vale para outras doenças, como o sarampo. As pessoas se esquecem que, num passado não tão distante, uma a cada quatro crianças que tinham essa enfermidade morriam. Esses números recentemente divulgados no Brasil devem ser encarados como um incentivo para tomar atitudes e mudar as coisas. 
Por: Saúde Abril 
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!