Publicidade 1
Publicidade 1

Palmeiras vence Alianza com facilidade pela Libertadores

A taça Libertadores é obsessão (mas talvez não seja prioridade esta semana). Nesta terça-feira, o Palmeiras recebeu o Alianza Lima no Allianz Parque, impôs seu típico ‘ritmo de Libertadores’, com marcação pressão e início avassalador, e não teve dificuldades para vencer por 2 a 0. Thiago Martins e Miguel Borja marcaram os gols.
Antes de a bola rolar, a dúvida passava pela cabeça de todos os 30.456 torcedores pagantes no Allianz Parque: ‘o Verdão deveria ou não ir com força máxima para o jogo desta noite?’. Um sentimento também era unânime entre os presentes: ‘expectativa sem tamanho para o Derby de domingo, que definirá o Campeonato Paulista’. Pois em campo, os palestrinos focaram no que era prioridade até poucas semanas atrás.
Poupando apenas Marcos Rocha, Victor Luis, Bruno Henrique e Willian (este ficou no banco), Roger Machado manteve sua base titular e escalou Mayke, Diogo Barbosa, Moisés e Keno na vaga dos citados. Mostrando a força do elenco alviverde, porém, a atuação da equipe não sofreu alterações.
Desde o primeiro minuto, o Maior Campeão do Brasil empurrou o Alianza Lima para seu campo defensivo. Os peruanos até vieram com três atacantes para o duelo, mas a ofensividade ficou apenas no papel. Na primeira chance alviverde, Lucas Lima cobrou falta, Antônio Carlos cabeceou na trave direita e Thiago Martins apenas empurrou para o gol vazio no rebote.
O time mostrava concentração na partida, mas a torcida não precisava seguir o mesmo discurso e, com o início animador, já emendou: “Olêlê, olálá, se segura gambazada que o bicho vai pegar”. E se as arquibancadas clamavam por um treino aberto ao público para apoiar o time antes do Derby decisivo de domingo, tiveram a oportunidade nesta terça, já que o Palmeiras atuou em ritmo de treinamento (o que não quer dizer lento) em campo.
Borja acertou a trave, Dudu teve grande chance e o Palestra só não ampliou na primeira etapa por apresentar um problema já rotineiro, o cansaço. Nos minutos finais, Dudu chegou a parar em campo com as mãos na cintura, Keno, Lucas Lima e Felipe também foram para o intervalo exaustos.
A partida poderia ficar perigosa na etapa final devido ao desgaste físico dos atletas, mas Borja fez questão de afastar qualquer problema antes que o relógio completasse um minuto. Keno avançou pela esquerda passando por toda a defesa até chegar à linha de fundo e chutou para o meio da área, Prieto falhou feio e o colombiano, com apenas um toque, mandou para as redes.
Com a vantagem ainda maior no placar, o Palmeiras diminuiu o ritmo. Seguiu buscando o ataque e o terceiro gol, mas com menos ímpeto. Do outro lado, o Alianza Lima cresceu no jogo em termos de posse de bola, mas pouquíssimo no que tange à criação de jogadas.
Na metade final do duelo, Deyverson, Guerra e Tchê Tchê entraram nas vagas de Borja, Lucas Lima e Diogo Barbosa. A torcida, já celebrando mais um triunfo, só queria saber de uma coisa: “Ôôôôôô é dia 8!”.
Por Gazeta Esportiva (foto: Djalma Vassão/ Gazeta Press/arquivo)
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!