Publicidade 1
Publicidade 1

Governo suspende licitação para substituição de pontes de madeira em Mato Grosso

Governo e Ministério Público decidem suspender licitação de pontes em MT
O governo de Mato Grosso, em acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), decidiu suspender a licitação que prevê a substituição de pontes de madeira por kits pré-fabricados. O aviso de suspensão foi publicado no Diário Oficial que circula hoje. 
A medida levou em consideração a atuação do grupo de trabalho formado por profissionais da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e do Ministério Público, que buscam aprimorar tecnicamente o processo licitatório, e também a data da sessão pública que estava prevista para ocorrer na sexta-feira.
Levantamentos feitos pela Sinfra apontam que Mato Grosso possui mais de 30 mil quilômetros de rodovias estaduais, onde estão localizadas mais de 2 mil pontes de madeiras, sendo estas antigas estruturas um dos principais entraves para o escoamento da grande produção agrícola, especialmente na época de colheita.
Apesar da suspensão a Sinfra explicou por meio da assessoria, que os kits de transposição de obstáculos (que podem ser diferentes tipos de pontes pré-fabricadas, seja de concreto, metal ou mistas) são consideravelmente mais baratos aos cofres públicos. O valor médio gasto com cada ponte concreto gira em torno de R$ 7 mil por M2, e o kit de ponte pré-fabricado tem valor médio de R$ 5,2 mil o M2, o que representa uma economia de 25% para os cofres públicos.
Ainda segundo a Sinfra, outra vantagem do kit pré-fabricado é a redução do tempo de realização da obra e a melhor qualidade do material, que apresenta maior durabilidade que as antigas pontes de madeira. Estima-se para a execução de uma ponte nos moldes tradicionais um prazo mínimo de 120 dias, no caso das pontes de até 24 metros. Por outro lado, cada kit de ponte pré-fabricado, conforme estipulado em edital, tem prazo máximo para fornecimento e instalação de 75 dias. Portanto, uma redução de 37,5% no tempo médio da execução da obra.
Em Mato Grosso, conforme estudos da secretaria, a instalação dos kits será feita em rodovias estaduais com baixo volume de tráfego, sem a previsão de pavimentação imediata, e terão vigas com comprimentos variando de 6 a 24 metros (máximo).
“Tendo em vista a grande quantidade de kits pré-fabricados a serem fornecidos e instalados aproximadamente 300 pontes, a licitação desses serviços foi dividida em três lotes de forma a garantir a consecução do objeto proposto no tempo previsto, adequado ainda à capacidade produtiva da maioria das empresas presentes no mercado. 
Ainda conforme informações do Governo do Estado, o Regime Diferenciado de Contração Integrada (RDCI), com registro de preços, busca contratar diferentes empresas de engenharia para o fornecimento e a instalação de kit de transposição de obstáculos. 
Outros Estados Brasileiros têm realizado certame com edital com objeto semelhante ao de Mato Grosso, como é o caso de Santa Catarina, que tem melhorado consideravelmente a trafegabilidade das suas rodovias, fazendo a substituição das antigas pontes de madeira por kits de transposição pré-moldados, que são instalados rapidamente e de forma modular e padronizada. A Defesa Civil de Santa Catarina já entregou mais de 140 kits de transposição de obstáculo melhorando a vida da população local”, informou a Sinfra.
Da Assessoria
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!