Publicidade 1
Publicidade 1

Após reunião, PSDB dá aval para Taques construir candidatura


Após quatro horas de reunião, a Executiva estadual do PSDB autorizou o governador Pedro Taques a iniciar a construção do que pode vir a ser sua candidatura à reeleição. O chefe do Executivo vai ter que abrir diálogo dentro do próprio ninho tucano, antes de buscar apoio de outras siglas. Além disso, pesquisas eleitorais devem ter papel fundamental no momento da decisão.
De acordo com o presidente estadual do PSDB, Paulo Borges, o governador terá toda liberdade de viabilizar o seu projeto. “O governo tem o aval para fortalecer o seu nome dentro partido, para chegarmos, mais na frente, com isso consolidado”. Na prática, nenhuma decisão oficial foi deliberada.
Segundo o deputado federal Nilson Leitão (PSDB), Taques vai precisar conquistar a confiança partidária primeiro. “O partido reconhece a legitimidade do Pedro Taques em querer disputar a reeleição e deu total aval para ele construir isso internamente e, depois, para fora”, explicou, destacando a necessidade de o correligionário superar as divergências internas, já que a base tucana ainda não teria sido conquistada.
Quanto à sua pré-candidatura ao Senado, Leitão diz que vem tentando viabilizá-la independentemente da questão da candidatura ao Palácio Paiaguás. “Minha candidatura não depende do governo. Ela está sendo construída sem qualquer participação do governo, sem qualquer estrutura do governo. Por isso, ela não prejudica em nada o projeto de reeleição do Taques. A diferença é que ela já foi referendada pelo partido”, pontuou o deputado, não descartando a possibilidade de recuar do projeto.
Uma decisão nesse sentido, segundo ele, pode ser adotada se não houver a adesão de outros partidos e se as pesquisas mostrarem não ser viável. Aliados Leitão avaliou ainda que o Democratas está cada vez mais distantes do projeto de reeleição de Taques. “É legítimo o DEM querer lançar candidatura. Eles já estão distantes”, disse, pontuando acreditar que o caminho seguido pelo PSD será semelhante. “A base do PSD demonstra não querer a continuidade dessa aliança”.
Apesar de não sair do encontro com uma oficialização do partido, o governador Pedro Taques saiu satisfeito da reunião, classificando como prova de “unidade partidária”.
Além de Pedro Taques, Nilson Leitão e Paulo Borges, participaram da reunião os deputados estaduais Guilherme Maluf, Saturnino Masson e Jajah Neves. Os secretá- rios de Estado Wilson Santos (Cidades), Carlos Avalone (Desenvolvimento Econô- mico), Paola Reis (adjunta da Casa Civil), Luiz Carlos Nigro (adjunto de Turismo) também estiveram presentes.
Por A Gazeta (foto: assessoria/arquivo)

Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!