Publicidade 1
Publicidade 1

Governador garante que 13º salário de servidores será pago com "tranquilidade"

Por: FELIPE LEONEL

O governador Pedro Taques (PSDB) garantiu que o 13º salário dos servidores do Poder Executivo será pago "no momento certo" e com "tranquilidade". Ainda segundo o chefe do Executivo Estadual, o pagamento do benefício aos servidores ocorre no mês de aniversário do trabalhador e faltam apenas os meses de novembro e dezembro a serem quitados. 
Gcom-MT
Pedro Taques
 Governador Pedro Taques (PSDB)
"Senhores, o 13º em Mato Grosso é pago no mês de aniversário, diferente de outros Estados, onde toda folha é paga em dezembro, até o dia 20. Mato Grosso já pagou o décimo terceiro de todos os meses anteriores, está faltando novembro e dezembro", disse o governador, na manhã desta quinta-feira (30), durante evento no Palácio Paiaguás. 
Pedro Taques se recusou a falar sobre a possibilidade de escalonamento da folha, mas de acordo com declarações anteriores à imprensa, Taques espera o repasse do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) para quitar a folha e custear a Saúde. A Câmara dos Deputados deveria votar o pedido de urgência do FEX nesta quarta-feira, mas a apreciação foi adiada para a próxima semana.  
"Ainda não tem nada definido, eu quero esperar o depósito da Conab, a questão do FEX, aí falaremos sobre isso. Nós temos outras possibilidades que estamos tratando", afirmou o governador. "A folha é só dia 10, hoje é dia 30, então cada dia com a sua agonia", completou o chefe do Executivo Estadual. 
Crise fora de MT
 Em alguns Estados, servidores não receberam o 13º Salário, como no Rio de Janeiro. Somado a isso, os trabalhadores estão com os salários atrasados referente aos meses de setembro em outubro. Já no Rio Grande do Sul, os servidores receberam a última parcela referente ao 13º do ano de 2016 nesta quinta. O governo daquele Estado também avisou que terá dificuldades para quitar o 13º deste ano. 
Além disso, o Estado de Alagoas não sabe quando vai pagar o benefício e Sergipe vai parcelar o pagamento em seis vezes. O estado de Minas Gerais também enfrenta dificuldades e os servidores cobram o Estado. Cerca de 600 mil funcionários de MG não fazem ideia de quando receberão o décimo. 
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!