Publicidade 1
Publicidade 1

Fabio e Sachetti assinam filiação no DEM e vão fazer parte da executiva nacional

Foi marcada para 6 de fevereiro a convenção do DEM para abarcar outros dissidentes do

 PSB no Estado






Os deputados federais Fabio Garcia e Adilton Sachetti assinaram a ficha de filiação no DEM. Ambos vão fazer parte da executiva nacional do partido, que será escolhida em convenção em 6 de fevereiro. O ato aconteceu na noite de ontem (13), em Brasília. Após a reunião, eles participaram da confraternização e tiveram seus nomes expostos num telão como novos filiados. 
A reunião dessa quarta teve a participação dos líderes do DEM de Mato Grosso, o presidente estadual, deputado Dilmar Dal Bosco; o ex-senador Jayme Campos; e o ex-deputado federal Júlio Campos. O encontro serviu para receber os dissidentes do PSB, que deixaram a sigla de forma amigável.
Fabio e Sachetti sairam o PSB após o diretório nacional destituí-los do comando do partido em Mato Grosso. A punição foi em razão de irem de encontro com a orientação partidária acerca da reforma trabalhista. Ambos foram favoráveis. No lugar de Fabio, os dirigentes colocaram o deputado federal Valtenir Pereira, que veio do PMDB,  na presidência estadual, contrariando o grupo.
No encontro nacional do DEM, nem todos os dissidentes do PSB apresentaram a carta de desfiliação. Por isso, foi marcada para 6 de fevereiro a convenção com intuito de destituir os diretórios estaduais e municipais, além de escolher novo presidente nacional da sigla. Nesse caso, Fabio poderá assumir o diretório em Mato Grosso.
O presidente estadual Dilmar comemorou a filiação de ambos dizendo que vão contribuir para o crescimento do DEM no Estado. “Assim que eu chegar em Mato Grosso vou providenciar junto ao TRE a filiação de Fabio e Sachetti”, disse o parlamentar ao .
Outro que irá assinar a ficha de filiação do Democratas é o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho. No entanto, o parlamentar só poderá realizar o ato na janela partidária que será aberta a partir de março. A definição ocorreu na terça (12), com dissidentes do PSB. Além de Fabio e Botelho, o encontro contou com a participação dos deputados Oscar Bezerra, Mauro Savi, Adriano Silva e o licenciado Max Russi, que comanda a Casa Civil.
Além de Botelho, Adriano e o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes devem seguir o mesmo caminho. Mauro, porém, analisa convites do PR e PP. Já Oscar e Savi devem aderir aos progressistas. Max, por sua vez, tende a aderir ao PSDB, do governador Pedro Taques.
Antes das filiações de Fabio e Sachetti, o DEM de Mato Grosso não possuía representante no Congresso Nacional. Os últimos foram irmãos Jayme e Julio Campos que ficaram no Senado e Câmara Federal, respectivamente, até 2014. O primeiro recuou da reeleição e Julio desistiu de renovar a cadeira na Câmara para cuidar da saúde.
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!