Bem-vindo(a). Hoje é Guarantã do Norte - MT

Dois senadores de Mato Grosso votam para salvar mandato de Aécio Neves; veja posicionamentos
A maioria da bancada de senadores mato-grossenses ajudou a compor o grupo de 44 parlamentares que votaram contra as medidas cautelares impostas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em face do senador mineiro Aécio Neves (PSDB). Com o resultado, o tucano deve retomar imediatamente seu mandato junto ao Senado Federal.
Dos senadores de Mato Grosso, somente José Medeiros votou contra Aécio, seguindo orientação de seu partido, o Podemos. Também por orientação da Executiva, os senadores Cidinho Santos e Wellington Fagundes, ambos do PR, decidiram pela derrubada da medida que havia afastado do mandato e determinado o recolhimento noturno do tucano. Nenhum dos senadores mato-grossenses discursou sobre o voto.

O placar final do plenário marcou 44 votos favoráveis e 26 contra o senador. Conforme manda a Constituição, era preciso que a maioria absoluta dos parlamentares – ou seja, 41 senadores -, votassem pela derrubada da decisão da Primeira Turma do Supremo, que havia afastado Aécio.

A denúncia

Aécio foi denunciado, em junho deste ano, pela Procuradoria-Geral da República, por corrupção passiva e obstrução de Justiça. O senador foi gravado pelo empresário da JBS, Joesley Batista, pedindo um empréstimo de R$ 2 milhões. A gravação foi entregue à PGR junto ao acordo de colaboração premiada de Batista.  

Além disso, segundo a PGR, Aécio tentou atrapalhar o curso das investigações da Operação Lava-Jato, na medida em que empreendeu esforços para interferir na distribuição dos inquéritos da investigação no Departamento de Policia Federal. 
Por: Olhardireto
Marcadores:

Postar um comentário

  1. E certamente ainda ganharão os mesmos votos que o Aécio ganhou na eleição passada com a Dilma... povo não sabe votar mesmo...

    ResponderExcluir

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.