Publicidade 1
Publicidade 1

Valtenir assumir presidência é vergonhoso, diz Mendes

Flávia Borges, repórter do GD


Ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes
O ex-prefeito Mauro Mendes, um dos maiores expoentes do PSB, classificou como lamentável e vergonhosa a filiação do deputado federal Valtenir Pereira no partido e o fato dele assumir a presidência regional da sigla.
"Lamentável e vergonhosa. São exatamente estas as poucas palavras que me vieram para definir o sentimento que tive, quando fui informado da decisão do presidente (nacional) Carlos Siqueira de filiar o deputado Valtenir Pereira novamente ao PSB e depois entregar a ele a presidência do diretório estadual em MT", afirmou Mendes.
O ex-prefeito lembra que Valtenir deixou o partido em 2013 e que enquanto compôs a executiva, não pensou nos demais membros. "Valtenir abandonou o partido em 2013, sem dar satisfação a ninguém, levando a época todos os prefeitos, exceto eu, que era o prefeito de Cuiabá. Deixou inúmeros problemas e um PSB arrasado. Durante a sua estada na Executiva Estadual, procurou construir um partido para si e não para cumprir sua função política, social e sem nenhuma aderência aos conceitos que aprendemos com nosso líder Eduardo Campos e com todos os que fizeram a sua bela história".
O inconformismo de Mendes se dá porque seu nome já era dado como certo na substituição do deputado federal Fábio Garcia, destituído da presidência regional do PSB após votar a favor da reforma proposta pelo Governo federal, transgredindo a orientação do partido, que decidiu voto fechado de sua bancada contra a reforma.
"Depois de muito trabalho, reconstruímos o PSB-MT e elegemos em 2014 dois deputados federais, quatro deputados estaduais, e em 2016, 17 prefeitos e centenas de vereadores. Nunca em sua história o PSB teve tamanha representatividade em nosso Estado", afirmou Mauro Mendes.
Ele cita a saída de Fábio Garcia do comando da sigla e argumenta que se o motivo alegado pela executiva nacional, não seria plausível colocar Valtenir como presidente, já que ele também votou favorável à reforma.
"Recentemente fomos surpreendidos com a decisão de Carlos Siqueira de substituir Fábio Garcia da presidência estadual do PSB-MT, sob alegação de que ele teria votado contra uma decisão da executiva nacional na reforma Trabalhista. Porém, de forma equivocada e arbitrária, ele destitui a todos os membros e inclusive a mim, que ajudei a reconstruir o partido no estado. Faltou respeito, gratidão e seriedade nesta decisão. Se ele fez conosco, um dia poderá fazer com qualquer filiado, em qualquer estado. Se o motivo de tirar o deputado Fabio da presidência do PSB-MT foi ele ter votado a favor da reforma trabalhista, contrariando a executiva, porque chamar o deputado Valtenir, que traiu e abandonou o PSB, para novamente filiar e entregar a ele o diretório estadual, se Valtenir também votou a favor da aprovação desta matéria na Câmara!!! Já ouvi dentro do PSB nacional adjetivos negativos muito fortes sobre o caráter e o comportamento deste deputado", diz Mendes.
Mauro questiona se a decisão do presidente nacional "é uma incoerência ou uma mentira" e pergunta "onde está a vergonha na cara e o respeito com quem faz um trabalho sério?"
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!