Publicidade 1
Publicidade 1

Temer faz pronunciamento e diz que não renuncia após delator fazer gravíssimas acusações

O presidente Michel Temer (PMDB) faz, neste momento, pronunciamento se defendendo das gravíssimas acusações do dono da JBS, Joesley Batista, que o acusa de dar aval para compra do silêncio do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, sobre supostos casos de corrupção. "Não renunciarei. Não temo nenhuma delação, nada tenho a esconder", disse Temer. "Nunca autorizei que se utilizasse meu nome. 
No Supremo, mostrarei que não tenho nenhum envolvimento com esses fatos. Não renunciarei, sei o que fiz e sei a correção dos meus atos. Exijo investigação plena para o esclarecimento ao povo brasileiro", disse o presidente, que passa a ser investigado pelo STF, que autorizou abertura de investigação por conta das denúncias e delação premiada.
O presidente também disse que "a revelação de conversas gravadas clandestinamente trouxe fantasmas de crise politica de proporção ainda não dimensionada". Ele afirmou também que seu "governo viveu nesta semana seu melhor e seu pior momento e que "todo o esforço para tirar o país da recessão pode se tornar inútil".
Há forte pressão de alguns aliados para ele renunciar. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi um dos que defendeu a renúncia. O ministro das Cidades, Bruno Araujo, que é do PSDB, sinalizou hoje que deve deixar o cargo.
Por Só Notícias (foto: Abr/arquivo)

Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!