Publicidade 1
Publicidade 1

População carente de Sinop poderá receber medicamentos doados

Projeto de Lei prevê a criação do Banco Municipal de Medicamentos Doados. Autoria é do vereador Ademir Bortoli


Sinop possui aproximadamente 133 mil habitantes, segundo último senso do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), além da população flutuante, estimada em 20 mil pessoas. O município conta com quatro farmácias regionais, que fornecem medicamentos de forma gratuita para a população carente da cidade e região, além de uma farmácia popular que fornece alguns medicamentos gratuitos e, na sua maioria, remédios com preço diferenciado.

No entanto, pessoas como Deolinda Sereda e seu esposo, Mário Sereda, ambos aposentados, não conseguem a medicação que precisam de forma gratuita. De acordo com a aposentada, ela gasta cerca de R$ 300 por mês com a compra de medicamentos para o marido. “Não temos quem nos ajude. Nós dois precisamos de medicamentos de custo elevado, somos aposentados e gastamos mais de R$ 300 por mês com remédio só para ele. Já tentei conseguir por meio da Justiça a medicação, mas já tem mais de ano e não conseguimos nada até agora. Acho muito boa a atitude do vereador, por que se tivesse na cidade um banco de doação, pessoas como nós poderiam receber alguns remédios que atualmente não são oferecidos de forma gratuita. Seria ótimo porque poderíamos economizar e usar o dinheiro do remédio para pagar a conta de energia ou água”, ressaltou Deolinda.

Pensando nesta necessidade da população carente de Sinop, o vereador Ademir Bortoli (PMDB), apresenta nesta terça-feira (02), durante a sessão da Câmara de Vereadores, um Projeto de Lei que trata da implantação do programa de reaproveitamento de medicamentos, por meio da criação do Banco Municipal de Medicamentos Doados.

O objetivo do projeto é incentivar a doação de medicamentos. Ao invés de a pessoa descartar os remédios que sobram, ela poderá doar os mesmos, que serão recolhidos pelos centros de recebimento. Após esta fase os remédios passarão por triagem, serão catalogados e separados de acordo com sua validade e estado de conservação e depois serão distribuídos de forma gratuita para a população.

O vereador destaca que o Banco Municipal de Medicamentos Doados deverá ajudar boa parte da população que necessita de medicação continuada. “A aprovação e implantação deste projeto irá ajudar muito a população carente, que atualmente necessita de medicação e não tem acesso ou que, muitas vezes, tem que escolher entre comprar o remédio ou pagar uma conta essencial. Muitos medicamentos não são distribuídos pela rede pública. É comum as pessoas fazerem uso de uma medicação e quando há sobra, jogarem fora. Com este programa esses remédios serão reaproveitados e doados para alguém que realmente precisa”, explicou Bortoli.

Por Dieny Vieira
Assessora
 
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!