Publicidade 1
Publicidade 1

Palmeiras 1 x 0 Ponte Preta - É a Macaca em mais uma final de Paulistão!

Time de Campinas soube usar bem a vantagem do primeiro jogo,a diministrou e levou apenas um gol no final.

Por Gustavo Freitas
    Campinas, SP, 22 (AFI) – Foi com pressão, com garra e principalmente vontade, mas a Ponte Preta conseguiu a tão sonhada classificação para a final do Campeonato Paulista. Na noite deste sábado, pelo jogo de volta da semifinal, no Allianz Parque, em São Paulo, o Palmeiras até venceu o time campineiro por 1 a 0, mas como tinha perdido a ida por 3 a 0, acabou eliminado.

Com o resultado, o clube de Campinas avança para a decisão e aguarda o resultado entre Corinthians e São Paulo deste domingo, às 16 horas, para conhecer o seu adversário.


Este jogo foi transmitido pela Rádio Futebol Interior - Rádio FI - com narração de Carlos Corsato, reportagens de Elson Mariano e reportagens de João Lucas, direto da Allianz Parque.




TIMÃO NA FRENTE

No jogo de ida, o time de Fábio Carille ganhou por 2 a 0 e, por isso, tem a vantagem de poder perder por um gol de diferença.O que já é certo é que o primeiro jogo da final será no Moisés Lucarelli. I
sso porque, com 28 pontos, a Ponte Preta já tem campanha pior que Corinthians -31 pontos – e, se São Paulo passar, chegará a 29 pontos.
O JOGO
Como era esperado, o Palmeiras começou a partida pressionando a Ponte Preta, que se prestou apenas a defender, sem muitas oportunidades de fuga do seu campo. Enquanto Aranha aparecia na maioria das jogadas, os laterais se destacaram afastando a bola da forma como podiam. Ainda assim, o time campineiro levou perigo aos 13 minutos. Artur roubou de Róger Guedes e saiu em contra-ataque. Assim que Lucca recebeu, lançou Willian Pottker, que cortou para o pé esquerdo e chutou forte, mas ao lado do gol.


Ponte Preta segurou o Palmeiras (Renato Pereira)
Ponte Preta segurou o Palmeiras (Renato Pereira)
O time de Eduardo Baptista continuou com força no campo de ataque e fez um gol aos 35 minutos. Dudu recebeu lançamento sozinho na área e concluiu para o fundo das redes. O assistente, porém, já tinha flagrado a posição de impedimento do camisa 7.
A Ponte Preta se defendia como podia, mas aos 35 minutos, por muito pouco uma falha de Aranha não culmina em gol do adversário. O goleiro soltou a bola e, na sobra, Borja acertou o travessão.
A partida já se encaminhava para o intervalo quando o camisa 1 do clube de Campinas voltou a trabalhar. Guerra chutou forte, na direção do ângulo, mas Aranha conseguiu espalmar em escanteio.
MACACA SEGURA
A postura do Palmeiras no segundo tempo mudou. Mais cansado, o time da capital fez pressão somente nos primeiros cinco minutos e depois deu mais espaço para que a Ponte Preta se arriscasse no ataque. Aos seis minutos, Edu Dracena cabeceou com perigo após cobrança de falta, mas errou o alvo.

Em uma jogada de bola parada, por muito pouco oclube campineiro não abriu o placar. Aos 15 minutos, Lucca levantou a falta para a área. A bola passou por todo mundo e por muito pouco Marllon não consegue o cabeceio na segunda trave.
Buscando alternativas, o técnico Eduardo Baptista colocou Keno e sacou Egídio. Aos 28 minutos, o atacante fez boa jogada pela esquerda e chutou colocado, mas Aranha fez grande defesa espalmando para escanteio.
De tanto insistir, o Palmeiras conseguiu o seu gol aos 37 minutos. Após cobrança de escanteio de Michel Bastos, Felipe Melo ganhou pelo alto de Wendel e completou para a baliza de barriga.
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!