Publicidade 1
Publicidade 1

Com Augusto Recife sempre presente, Paysandu chega às semifinais de todas as edições de Copa Verde e busca consolidação como maior vencedor da competição

A Copa Verde teve sua primeira edição em 2014 e de lá para cá, o Paysandu sempre chegou pelo menos entre os semifinalistas da competição que conta com clubes do Norte, Centro-Oeste e do estado do Espírito Santo. Quem participou de toda essa trajetória de sucesso desde a primeira edição foi o volante Augusto Recife

O Papão garantiu vaga entre os semifinalistas ao vencer ontem (terça-feira) o Águia de Marabá por 1×0. No jogo de ida, fora de casa, a equipe alviceleste já havia vencido por 2×1. Na próxima fase, os comandados de Marcelo Chamusca enfrentarão o Santos do Amapá, que eliminou o Remo.

Presente na classificação do Paysandu, Augusto Recife valoriza o histórico positivo na competição e o fato de o Papão ser o único representante do Pará ainda com possibilidade de ser campeão da Copa Verde em 2017. “O Paysandu é um clube grande do Norte do País e está acostumado a decisões. Por isso, sempre foi bem na Copa Verde. Mais uma vez estamos entre os semifinalistas. Essas duas vitórias diante do Águia foram importantes, pois chegaremos mais confiantes nas semifinais. Sabemos da dificuldade que é vencê-los, principalmente em Marabá”, declarou o volante que recentemente ultrapassou a marca de 150 jogos pelo clube.

Conhecedor da Copa Verde, Augusto Recife aponta qual caminho para o Paysandu se isolar na lista de maior vencedor da competição, que já teve também o Brasília e Cuiabá como campeões. “Vamos buscar esse bicampeonato para comprovar a força do Paysandu na região. Temos que manter o poder de concentração que estamos tendo nos jogos e com muita humildade atingiremos nossos objetivos”, opinou o jogador de 33 anos.

No próximo sábado, às 16h, o Paysandu volta a campo e pela terceira vez consecutiva enfrentará o Águia de Marabá, porém, desta vez, pelo Campeonato Paraense. Com a liderança do seu grupo garantida, o Papão pode até poupar jogadores na partida que será disputada na Curuzu. “Vai ser um bom teste para o professor Marcelo Chamusca observar aqueles atletas que não vem tendo muita sequência. Tive uma lesão que me atrapalhou no começo da temporada, mas estou totalmente recuperado e se tiver oportunidade de atuar nesse jogo espero aproveitar a oportunidade”, concluiu Augusto Recife.

Foto: Fernando Torres/Paysandu 

Arthur Virgílio,
Assessor de Imprensa
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!