Publicidade 1
Publicidade 1

Missão ao Canadá resulta em potenciais negócios para MT

Reuniao canadenses - março de 2017 - divulgação / A comitiva mato-grossense que participou do PDAC, o maior evento mundial da mineração em Toronto, no Canadá, retornou com a certeza de que atingiu o objetivo de aproximar o setor local dos investidores e autoridades internacionais. Foram realizadas mais de 20 reuniões técnicas durante o evento realizado entre os dias 4 e 8 de março. Segundo a organização do PDAC, mais de 15 mil pessoas visitaram a feira, dividida em duas áreas: feiras de negócios e tecnologias; e palestras e investimentos.
Os 30 participantes de Mato Grosso voltaram com quatro potenciais negócios em andamento, que devem resultar em visitas internacionais ao Estado. A missão, idealizada pela Câmara de Comércio Brasil-Canadá e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), por meio da Desenvolve MT, proporcionou ainda a criação do Bloco Regional formado por 17 municípios mato-grossenses.
As cooperativas de ouro e diamante fizeram reuniões com um grande grupo canadense de mineração, que prevê aumento nos investimentos para o próximo ano no Brasil. “Abrimos caminho para a atração dos investimentos que tanto precisamos para o desenvolvimento da cadeia da mineração do estado. Tivemos condições de receber muitas instruções de tecnologia sobre o mercado mineral no mundo. Desta forma podemos criar as melhores políticas e dar todo o apoio que o setor precisa para gerar desenvolvimento, gerar renda e emprego para Mato Grosso”, frisou o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Ricardo Tomczyk.
A oportunidade, segundo João Gebara, diretor de projetos da Desenvolve MT, é imprescindível para a atração de investimento para mineração. “O PDAC amplia as possibilidades, é impossível discutir mineração sem considerar a participação no evento. Esta edição contou com grande público internacional, distribuídos em uma série de pavilhões dos principais países com tradição em extração, tecnologia e investimento em mineração”, revelou Gebara.
Além do tour pela feira, os participantes visitaram os stands de quatro províncias canadenses, onde discutiram financiamentos para pesquisa e prospecção. Dentre os assuntos destacam-se licenciamento digital, legislação e formas de tratativas com a população indígena, chamada no Canadá, de First Nations.
Também participaram de um evento do Banco Nacional do Canadá, no domingo (4), em que tiveram contato com diversas mineradoras, investidores e com a equipe de mineração do banco que é responsável por prospectar novos negócios para fundos de investimentos de clientes. O diretor para o Brasil do banco canadense, Guillaume Légaré acompanhou a viagem e numa das oportunidades falou sobre as perspectivas do mercado de capitais e do setor de mineração para 2017.
Integraram a comitiva de Mato Grosso o secretário da Sedec,  Ricardo Tomczyk, o  deputado estadual Oscar Bezerra, representantes da Câmara de Comércio Brasil-Canadá, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), da Companhia Mato-grossense de Mineração do Estado de Mato Grosso (Metamat) e das prefeituras de Alta Floresta, Apiacás, Juína, Peixoto de Azevedo, Nova Guarita, Jaciara e Rondonópolis, Cooperativa dos Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto (Coogavepe), Cooperativa de Produtores de Diamante Ltda, de Juína (Cooprodil) e Cooperativa de Desenvolvimento de Minerais de Poconé (Cooper Poconé).
Durante um café da manhã com investidores canadenses, no segundo dia do evento, foi apresentado um vídeo institucional da Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat) despertando a troca de contatos com participantes do PDAC. Na ocasião os integrantes da missão assistiram palestras com conteúdo de interesse do setor, com especialista em commodities.
No local estava o Ministro de Minas e Energia do Brasil, Fernando Coelho que enfatizou que o Governo Federal está apoiando iniciativas que busquem atrair investimentos na área de mineração. A equipe também se reuniu com grupos menores de acordo com o interesse dos representantes de Mato Grosso, considerando o potencial das diversas regiões do estado.
No último dia do evento foi realizado um debate com os Ministérios de Minas e de Meio Ambiente da província de Ontario, onde foram traçados um paralelo entre as práticas brasileiras e canadenses, entendendo quais são as principais diferenças.
A participação de Mato Grosso no PDAC condicionou a fusão entre o Consórcio Portal da Amazônia e Vale Teles Pires formando um Bloco Regional com 17 municípios. Formam o bloco as cidades de Colíder, Guarantã do Norte, Itaúba, Marcelândia, Matupá, Nova Canaã do Norte, Nova Guarita, Novo Mundo, Nova Santa Helena, Peixoto de Azevedo, Terra Nova do Norte, Apiacás, Alta Floresta, Carlinda, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde e Paranaíta.

Por Só Notícias/Agronotícias (foto: divulgação/arquivo)
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!