Publicidade 1
Publicidade 1

Detento ganha regime semiaberto e reduz pena ao participar de projeto

O reeducando G.S.A., de 25 anos, foi beneficiado, nessa quinta (9), com a progressão de regime de cumprimento de pena para o semiaberto e retornará para casa, em Bom Jardim de Goiás (GO). O detento estava recolhido na Penitenciária Major Zuzi Alves da Silva, em Água Boa, onde cumpria pena de 12 anos e oito meses de reclusão por um homicídio em 2013, em Torixoréu.
Assessoria
reeducando.jpg
 Reeducando G.S.A. cumprirá pena em regime semiaberto após projeto social
Em audiência admonitória no Fórum de Água Boa, G.S.A. recebeu o alvará de soltura para dar início a uma nova etapa da vida, que teve início mesmo depois de se inserir no Projeto Araguaia, executado na Fazenda Várzea do Meio, no município, que busca a ressocialização dos detentos que cumprem pena na penitenciária. O reeducando permaneceu por 22 meses trabalhando no local, o que colaborou para a progressão.
Durante o período no Projeto Araguaia, o detento trabalhou no desbaste de teca e conseguiu, além de mostrar bom comportamento, economizar cerca de R$ 14 mil. “Esse dinheiro vai me ajudar fora da prisão, a recomeçar e correr atrás de um objetivo de vida. Primeiramente, vou dar R$ 7 mil para minha mãe e depois investir os outros R$ 7 mil em mim. Quero tirar habilitação e comprar móveis para casa”, disse G.A.S., que ganhou um dia de pena a menos para cada três dias trabalhados, conforme prevê a Lei nº 7.210/84 de Execução Penal (LEP).
“O projeto é bom, muito melhor do que a cadeia. Agora quero voltar a estudar, estou ansioso para começar essa nova etapa, pois já esperei muito tempo”, ressaltou o reeducando, que retornará a sua casa a 36 km de Barra do Garças.
Bom proveito
O juiz Pedro Davi Benetti, de Água Boa, aconselhou o G.A.S. a aproveitar a liberdade, orientando-o a respeitar as determinações da audiência, como o comparecimento periódico à Justiça, recolhimento noturno e comprovação de emprego em 30 dias.
A defensora pública Carolina Renée Pizzini Weitkiewic elogiou o projeto e disse que esse é o caminho. “Projetos sociais têm uma procura maior do que o número de vagas. Os detentos realmente se interessam”, relatou. O processo do reeducando foi encaminhado à Comarca de Aragarças (GO), vizinha a Barra, onde o semiaberto vai até 2025, quando termina a condenação. 
Da Assessoria
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!