Publicidade 1
Publicidade 1

Seminário fomenta o debate de Políticas Públicas de Saúde Bucal

Resultado de imagem para Seminário fomenta o debate de Políticas Públicas de Saúde Bucal Monitorar as desigualdades é uma importante tarefa da saúde pública, tendo como foco o campo das práticas de “vigilância”. Este é um dos alertas da palestra “Políticas Públicas de Saúde”, ministrada pelo professor Júlio S. Muller Neto, doutor em Saúde Pública, durante o “1º Seminário de Políticas Públicas de Saúde Bucal do Estado de Mato Grosso” – que teve início nesta terça-feira (22) e segue durante essa quarta-feira (23), na Capital.

Promovido pelo Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso (CRO-MT), o evento tem como objetivo subsidiar os profissionais de saúde com os conhecimentos necessários para que possam atuar como protagonistas do processo e contribuir de forma responsável para a melhoria da qualidade dos serviços ofertados. 

Com o tema “Qual é a Minha Responsabilidade? – Conheça, Envolva-se, Faça a Diferença”, o seminário busca reunir gestores estaduais e municipais, conselheiros de saúde, cirurgiões-dentistas, acadêmicos de Odontologia, técnicos e auxiliares em saúde bucal, entre outros.

“Fazer políticas públicas é superar as desigualdades. Isto não é fácil. Temos uma diversidade que abrange desde questões territoriais (nacionais, estaduais e municipais) até socioeconômicas e culturais. Sem contar que essas políticas são as que mais gastam, pois ninguém substitui um profissional capacitado por um equipamento. Precisamos pensar em ações que englobem todo este contexto”, explica Muller Neto, que também é ex-secretário de Saúde de Mato Grosso. 

De acordo com uma pesquisa recente divulgada pelo Ibope, a saúde é a principal preocupação dos brasileiros – chegando a atingir a margem de 62% dos entrevistados quanto ao quesito em Cuiabá, seguido por segurança e educação com 9%. Para Muller Neto, este é um indicador que os gestores devem ficar atentos. “Não podemos jogar essa realidade para debaixo do pano. É preciso se informar e fazer um diagnóstico concreto desta situação para que possamos preparar os enfrentamentos necessários”, enfatiza. 

Para o presidente do CRO-MT, Luiz Evaristo Ricci Volpato, eventos como este são necessários para fomentar a discussão sobre as políticas de saúde pública e também para reafirmar e fortalecer o relacionamento entre a autarquia, os profissionais da saúde bucal, o governo do estado e do município. “Políticas públicas exigem intersetorialidade. Nós, como profissionais da Odontologia, inclusive, não podemos ficar restritos ao nosso campo de atuação”, pontua Volpato.         

O evento acontece no auditório do CRO-MT, no Centro Político Administrativo e na programação desta quarta-feira ainda constam:

Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!