Publicidade 1
Publicidade 1

PMDB já projeta lançar candidatura própria ao governo em 2018

O presidente regional do PMDB em Mato Grosso, deputado federal Carlos Bezerra, afirmou que o partido está se preparando para lançar uma candidatura própria ao governo do Estado em 2018. 
Dep. Fed. Carlos Bezerra (PMDB)

De acordo com ele, o partido que vem amargando uma imagem ruim após a prisão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), mostrou nas eleições municipais que tem grandes chances de vitória. “Tivemos uma fase angustiante nesse último ano com o governador do nosso partido preso. Mas os secretários do PMDB, não tem nenhum processado ou metido em rolo. Todos acreditavam que a sigla estava liquidada, mas não demorou muito para mostrar que não é nada disso. 

Reagimos e o resultado está ai, ganhamos a eleição na Capital e considero a nossa legenda como a maior de Mato Grosso”. Durante a reunião do partido, ontem à tarde, o parlamentar ainda aproveitou para pedir o apoio dos correligionários e prefeitos eleitos. “Temos quadros consideráveis e nossa tarefa é preparar o partido para ganhar o governo do Estado em 2018. 

O partido vai disputar como disputou a eleição de Cuiabá, ninguém acreditava, fomos à luta e ganhamos. Vamos sim ter uma candidatura e precisamos principalmente da ajuda de todos no partido”. O cacique peemedebista aproveitou para fazer suas críticas veladas ao atual governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB). 

“O poder Executivo é um canhão para quem sabe usar, mas é uma máquina de destruição rápida para quem não sabe utilizar, quem não governa com o povo é candidato à liquidação rápida”. Uma das possibilidades para concorrer ao cargo do Executivo estadual seria o prefeito eleito por Cuiabá, que derrotou o grupo do atual governador, Emanuel Pinheiro (PMDB). 

O deputado estadual, porém, descarta essa possibilidade. “Eu jamais faria isso com Cuiabá. Fui eleito pelo povo e vou concluir minha gestão como prometi durante toda a minha campanha. Meu objetivo como gestor está aqui”. 

Na mesma linha, a deputada estadual Janaina Riva (PMDB), que participou do encontro afirmou que pretende disputar novamente o cargo no Parlamento mato-grossense a pedido principalmente do partido. “Para não sair de perto da base, fazendo oposição, isso veio como um pedido do partido para que eu não me afastasse do Estado, porque o trabalho que fizemos dentro da Assembleia teve um reflexo nas eleições municipais e todo mundo entende que precisa ter alguém aqui dentro com uma posição de oposição e independência, porque a Casa precisa ser independente e pode ser que daqui a dois anos não sejamos mais oposição”. 

Os outros parlamentares que estiveram no evento não quiseram anunciar nenhum nome a princípio, mas afirmaram que o partido tem fortes concorrentes. “Temos alguns nomes, mas a estratégia e não falar agora, isso é política”, disse o deputado Romoaldo Junior. 

Quem já anunciou planos de disputar 2018 e pode se filiar ao PMDB é o atual presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Antônio Joaquim. Inclusive, já se despediu dos integrantes da Corte, dizendo que no ano que vem se desliga do cargo vitalício. 
Por A Gazeta
Compartilhar no Google Plus
    Comentar com o Site
    Comentar com o Facebook

0 comentários :

Postar um comentário

Comentários são de responsabilidade se seus autores

Copyright © Roteiro Notícias - Guarantã do Norte e Região
Rua Natal, 550 – Jardim Vitória – Guarantã do Norte - MT
Email: celioroteiro2009@hotmail.com - Fone: (66) 9604 - 2681
Todo material deste site pode ser reproduzido ou editado desde que citada a fonte: Roteiro Notícias
WEBSITE DESENVOLVIDO POR:

Tenha um site!